Rio Preto segue na fase amarela e governo muda regra

PLANO SP

Rio Preto segue na fase amarela e governo muda regra

Com ocupação de leitos de UTI com pacientes de Covid-19 em 63,8%, região segue na mesma fase; reavaliações serão uma vez por mês e governo extingue fase laranja do plano de retomada da economia


Governador João Doria conversa durante anúncio sobre Plano São Paulo em evento no Palácio dos Bandeirantes
Governador João Doria conversa durante anúncio sobre Plano São Paulo em evento no Palácio dos Bandeirantes - Divulgação/Governo SP

A região de Rio Preto permanece na fase amarela do plano São Paulo de retomada da economia durante a pandemia de coronavírus. Nesta sexta-feira, 11, o governador João Doria (PSDB), anunciou que as regiões de Franca e Ribeirão Preto, que estavam na fase 2 (laranja), passaram para fase 3 (amarela) e que nova alteração para avanço no plano só será feita uma vez por mês.

Em caso de piora da situação das regiões por conta da pandemia, o governador e integrantes do comitê estadual de combate ao coronavírus afirmaram quem caso de piora nos números da doença, a reclassificação será direto para fase vermelha do plano, a mais restritiva. Nesta sexta a região registrou taxa de ocupação de leitos de UTI com pacientes de Covid em 63,8%, de acordo com dados divulgados pelo governo. Com a alteração anunciada nesta sexta, todo Estado passa para a fase amarela do plano.

Rio Preto passou para a fase amarela na última semana. Com a alteração a partir do último sábado, 5, com base em decreto do prefeito Edinho Araújo (MDB), que seguiu as regras do Estado, foram liberadas atividades como barbearias, salões de beleza e abertura de bares e restaurantes. No caso de bares, o funcionamento foi autorizado até às 17h. Caso a região continue por mais uma semana nessa fase, as regras do Estado liberam restaurantes até 22h. O setor tem feito críticas sobre os horários atuais. No comércio, na fase amarela é autorizado funcionamento oito horas por dia.

"Não haverá retorno para a fase laranja, o que aumenta a responsabilidade de prefeitos, secretários municipais de saúde e da própria população. Afinal, a população precisa se resguardar e se proteger, obrigatoriamente usar máscara ao sair de casa, seguir o distanciamento social de 1,5 metro, lavar as mãos e usar álcool em gel", afirmou Doria.

O secretário-executivo do comitê estadual sobre o coronavírus, João Gabbardo, foi taxativo sobre a nova regra. "A porta da fase vermelha continua aberta. Aqueles piorarem seus indicadores irão imediatamente para fase vermelha.

Com as mudanças anunciadas nesta sexta, a nova reclassificação para avanço de fase irá ocorrer no dia 9 de outubro, segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. Avanço para etapa verde, com maior flexibilização, irá ocorrer a partir dessa data.

De acordo com dados do governo estadual, a variação de novos casos na média estadual foi 31% menor em relação à medição anterior, na semana passada. "As novas internações caíram 10% em comparação à semana passada, e o número de óbitos foi 20% menor. A taxa estadual de internações por cem mil habitantes é de 43,7, além de média de seis mortes por coronavírus a cada cem mil habitantes", divulgou o governo.

Prefeitura

O secretário de Saúde de Rio Preto, Aldenis Borim, disse que os moradores devem manter os cuidados para que o número de casos não aumente. O município registrou, até esta sexta-feira, 19.115 casos de Covid-19. "Evolução para fase verde será avaliada no dia 9. Ou seja, só daqui 28 dias terá progressão para alguma região. Quem piorar dados (de casos da doença) vai para lockdown", disse o secretário. Borim afirmou que o comitê da Prefeitura de Rio Preto avaliará as mudanças anunciadas no plano.

 

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 11, programa de 9.060 vagas para 11 cursos rápidos e gratuitos de qualificação profissional, via "Novotec Expresso" com apoio das Etecs e Fatecs.

No total, 88 municípios das 16 Regiões Administrativas do Estado serão contemplados com a modalidade, de acordo com o governo estadual.

"O programa Novotec é voltado aos alunos do ensino médio da rede pública e oferece cursos desenvolvidos para alinhar as demandas atuais do mercado de trabalho com as necessidades dos jovens por profissionalização mais rápida", divulgou o governo nesta sexta.

Em Rio Preto são 30 vagas, segundo dados disponíveis do site do governo estadual. As inscrições devem ser feitas até o dia 23 de setembro pelo site www.novotec.sp.gov.br.