Edinho anuncia candidatura e Bolçone aceita ser vice

REELEIÇÃO

Edinho anuncia candidatura e Bolçone aceita ser vice

Os dois emitiram nota formalizando aliança para eleição de novembro


Ex-deputado estadual Orlando Bolçone e o prefeito Edinho Araújo
Ex-deputado estadual Orlando Bolçone e o prefeito Edinho Araújo - Rodrigo Lima - 2/07/2020

No mesmo dia em que a região de Rio Preto avançou para a fase amarela do Plano São Paulo de flexibilização, o prefeito Edinho Araújo (MDB) decidiu antecipar a sua decisão e anunciou a sua candidatura à reeleição na disputa eleitoral deste ano. Nesta sexta-feira, 4, o ex-deputado estadual Orlando Bolçone (DEM), aceitou o convite para ser candidato a vice na chapa encabeçada pelo emedebista.

Aliados do prefeito e integrantes da equipe da campanha de Edinho discutiram um formato para fazer o anúncio neste sábado, 5, inclusive, com a participação da imprensa. À tarde, o grupo avaliou que o evento poderia provocar aglomeração de apoiadores e resultar em críticas ao prefeito e Bolçone. Os dois decidiram emitir uma nota conjunta que foi repassada, primeiramente, ao vice-governador Rodrigo Garcia, que deu aval para que o DEM de Rio Preto formalizasse aliança com o MDB.

Edinho e Bolçone emitiram nota conjunta no final da tarde desta sexta-feira. No comunicado, afirmando que colocaram seus nomes "à disposição do MDB e do DEM como pré-candidatos, respectivamente, a prefeito e vice-prefeito de São José do Rio Preto, submetendo a chapa às convenções dos partidos que nos apoiam". "Entendemos que São José do Rio Preto, em que pese a pandemia, vive um momento de desenvolvimento e conquistas, que impactam positivamente no presente e no futuro dos moradores, com índices de gestão e de qualidade de vida reconhecidos, além das nossas fronteiras", consta na nota.

A dupla se agarrou a "experiência administrativa". "O nosso currículo político nos credenciam como pré-candidatos para oferecer aos rio-pretenses uma opção clara em favor do desenvolvimento, da saúde, da educação e da qualidade de vida. Outros setores receberão atenção especial: a área social e o desenvolvimento do Parque Tecnológico", consta na nota.

Além disso, apontam que possuem bom trânsito nos governos federal e estadual para garantir a execução de "projetos estratégicos tenham continuidade, consolidando nossa querida São José do Rio Preto como metrópole regional e já reconhecida como a segunda melhor cidade do Brasil para se viver, segundo recentes pesquisas".

Apoio

Em entrevista ao Diário, Edinho afirmou que vai continuar fazendo política "até o fim". "Até quando Deus me der força. Ele tem me dado muita força", disse o prefeito na última quarta-feira, 2.

Nesta sexta, o presidente do Podemos de Rio Preto, o empresário Kawel Lotti, confirmou também apoio a Edinho na disputa deste ano. Kawel disse que a legenda havia avaliado a possibilidade de apoiar o pré-candidatura do PSDB, Renato Pupo. "Existia a possibilidade de apoiar o PSDB, mas o projeto não tem viabilidade", afirmou Kawel.

O presidente do PSDB, Manoel Gonçalves, disse que ainda negocia com a presidente nacional do Podemos, Renata Abreu. Os tucanos buscam o apoio de outras siglas.