João Paulo Rillo desiste de candidatura a prefeito

Xadrez eleitoral

João Paulo Rillo desiste de candidatura a prefeito


Ex-deputado pelo PT, Rillo tentou a Prefeitura por três vezes
Ex-deputado pelo PT, Rillo tentou a Prefeitura por três vezes - Guilherme Baffi 24/3/2018

O ex-deputado estadual João Paulo Rillo (Psol) anunciou nesta quinta-feira, 18, que não será mais candidato à Prefeitura de Rio Preto nas eleições deste ano. Um dos nomes esperados para o tabuleiro eleitoral da disputa, Rillo justificou a saída com o "veto sofrido" pelo Partido do Trabalhadores (PT) em conversa para unificação do PT, Psol e PCdoB em torno de uma frente de esquerda na cidade.

"Dirijo-me às companheiras, companheiros e camaradas que, nesse momento, lutam pela vida e pelo que restou de democracia e liberdade neste país para anunciar minha retirada", afirmou Rillo, em publicação na rede social.

O ex-deputado, filiado ao PT até 2018, disse que a desistência é uma forma de unir forças contra o "fascismo". "Em torno de um projeto socialmente justo para a cidade e o enfrentamento da agenda ultraliberal de desmonte do estado e avanço do fascismo".

O impasse ao nome de Rillo como candidato a prefeito da esquerda rio-pretense, começou com a resistência do Diretório Estadual do PT, segundo ele. O PT afirma que irá lançar candidato próprio. Nessa falta de acordo, o pai do ex-deputado, o vereador Marco Rillo, também deixou o PT e se filiou ao Psol.

O nome de Rillo pai, inclusive, é uma aposta do Psol para substituir o nome do ex-deputado. A afirmação é da presidente do partido, Luciana Furtado Fontes. "Estamos num diálogo pelo Marco Rillo. Esta conversa está evoluída", disse.

Trajetória

Na disputa municipal, Rillo se elegeu em 2004, como vereador. Em 2008, ele foi candidato à Prefeitura e perdeu, no 2º turno, pelo ex-prefeito, Valdomiro Lopes. Ele voltou a disputar a Prefeitura, sem sucesso, em 2012 e 2016.

Na Alesp, o ex-petista se elegeu em 2010 a deputado. Já em 2014, não se reelegeu na Assembleia. Também foi candidato a deputado em 2018.