Maioria apoia uso do fundo eleitoral

No combate à Covid-19

Maioria apoia uso do fundo eleitoral


Levantamento do DataSenado, realizado entre os dias 9 e 11 junho, mostra que 9 em cada 10 brasileiros concordam com o Projeto de Lei que autoriza o governo federal a usar recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) para combate à Covid-19. O estudo ouviu 1.447 cidadãos com mais de 16 anos, em amostra representativa.

A proposta, de autoria da senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), permite o encaminhamento dos recursos para outras áreas de enfrentamento ao coronavírus. O DataSenado perguntou se o governo deve ou não usar o dinheiro do fundo eleitoral para ações destinadas ao combate ao coronavírus. Do total dos entrevistados, 93% disseram que deve, 5% afirmaram que não deve e o restante dos participantes não soube responder ou não quis participar.

O levantamento também perguntou se as pessoas concordam com a proposta que torna mais rigorosa a punição para desvio de dinheiro público destinado ao enfrentamento da pandemia - 96% dos brasileiros questionados afirmaram que concordam.

O Projeto de Lei, de autoria também da senadora Rose de Freitas, altera o Código Penal para incluir a definição do crime de peculato qualificado, com pena prevista de reclusão de 12 a 30 anos e multa.

O questionário também abordou os entrevistados sobre medidas para amenizar o impacto econômico da epidemia no orçamento dos cidadãos. Os dados mostram que 78% dos participantes concordam que a cobrança de multas e juros sobre operações de crédito bancário deve ser proibida, conforme uma terceira proposta em tramitação no Congresso.

Na mesma linha, a maioria dos brasileiros acha que o pagamento de financiamento imobiliário deve ser suspenso no caso de pessoas que perderam o emprego ou tiveram a renda diminuída em razão da crise provocada pelas restrições contra o coronavírus.

(Com Agência Senado)