Diário da Região

14/12/2001 - 00h02min

Filme nacional

Xuxa e os Duendes é o novo filme da apresentadora

Filme nacional

Divulgação Xuxa interpreta Kira, uma botânica que fala com duendes
Xuxa interpreta Kira, uma botânica que fala com duendes
Nesta sexta-feira, entra em cartaz o nacional “Xuxa e os Duendes”, de gosto sempre duvidoso, mas que entra para brigar nariz a nariz na corrida pelas bilheterias com os blockbusters hollywoodianos, e “Monstros SA”, o novo peso pesado da Disney. O grande mérito do novo filme de Xuxa é que a renda da exibição de ontem, durante a pré-estréia nacional, será revertida para instituições de caridade. Como na maioria das produções da Globo Filmes, o elenco de “Xuxa e os Duendes” é imenso, com aberturas um pouco precipitadas para a atuação de tipos como Wanessa Camargo e Luciano Huck. O roteiro de Xuxa e os duendes, para variar, tem clichês às toneladas, do primeiro ao último fotograma. Mas, para Xuxa, que já fez de tudo um pouco nas telas, isso não é problema. Desta vez, ela enfrenta os interesses de uma corporação que planeja destruir a casa da amiga Nanda (a menina Debby) para construir um complexo de fábricas no lugar. Só que é lá que vive Damiz, o tal Duende da Amizade.

O dono da empresa é Rico (Gugu Liberato), o bonzinho da história. Mas existe um ser das trevas azucrinando seu juízo: o assistente Gorgon, na verdade um duende sem caráter (Guilherme Karan). É ele quem espera acabar com a morada de Nanda. O maior problema é que Damiz está misteriosamente preso ao local que, se destruído, pode provocar a extinção do Reino dos Elementais. É aí que Xuxa, quer dizer, a superbotânica Kira, entra em ação e descobre que é capaz de falar com seres mágicos. Para auxiliá-la, surgem seus ajudantes Tomate (Huck) e Alface (Tadeu Melo), as fadas Mel, Melissa e Morgana (Wanessa, Angélica e Luciana Gimenez) e Zinga (Ana Maria Braga), a rainha dos duendes. Todos lutando pelo equilíbrio na terra da magia. Ao contrário do que mentalizam para seus trabalhos nove entre 10 cineastas brasileiros, “Xuxa e os Duendes” foi produzido mesmo só para agradar seu público, no caso, uma multidão de crianças. Para elas está tudo certo, desde que Xuxa e sua corte de canastrões não-atores apareça.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso