SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEGUNDA-FEIRA, 16 DE MAIO DE 2022
CAMINHOS CRUZADOS

Palmeiras e Santos decidem a Copinha em caminhos diferentes

Verdão quer consolidar projeto de reestruturação da base, enquanto o Peixe quer o quarto título da maior competição de juniores do Brasil

Da Redação
Publicado em 25/01/2022 às 01:14Atualizado em 25/01/2022 às 01:23
Endrick ganhou destaque após anotar golaços e atrair olhares de times europeus (César Greco/ Agência Palmeiras)

Endrick ganhou destaque após anotar golaços e atrair olhares de times europeus (César Greco/ Agência Palmeiras)

Palmeiras e Santos entram em campo nesta terça-feira, 25, às 10 horas, no Allianz Parque de olho no mesmo troféu: o da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Mas o significado do título para as duas equipes é totalmente diferente.

Para o Verdão, é a oportunidade de coroar um trabalho de base sem precedentes na história do clube. Nos últimos anos, o clube, que sempre teve a fama de contratador, passou a gerar talentos na sua própria categoria de base, como Gabriel Jesus, Gabriel Menino, Patrick de Paula, Danilo, Gabriel Veron, Wesley e Renan. As “Crias da Academia” foram peças-chave nos títulos do Paulista, da Copa do Brasil, e do bicampeonato da Libertadores.

Para o Peixe, além do tetracampeonato – os “Meninos da Vila” conquistaram o título em 1984, 2013 e 2014 – o triunfo na competição é a afirmação de uma característica da equipe, que precisa, novamente, buscar talentos na base em meio a uma crise financeira e dificuldade em fazer contratações.

Boa parte do elenco alviverde já passou pela equipe profissional. O maior destaque, curiosamente, é Endrick, de apenas 15 anos, que já treinou com a equipe principal e nunca foi relacionado. Pedro Bicalho, meio-campista, já vestiu a camisa do Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro e Paulista, em entrevista coletiva, fala em oportunidade de entrar para a história do clube, que nunca venceu a competição. “Nosso grupo está tratando isso (o título inédito) muito bem. Ter o apoio da torcida também é ótimo. Estamos bem focados para, se tudo der certo, entrar para a história do clube. O foco é descansar bem, manter a cabeça no lugar para amanhã fazer uma grande partida e dar alegria para os nosso torcedores”, afirmou.

Por outro lado, o Peixe deposita suas esperanças em Weslley Patati. O atacante marcou dois gols na semifinal e, inclusive, renovou seu vínculo com o Alvinegro Praiano na última semana. Já o zagueiro Dérick relembrou quando assistia a competição e como admirava os atletas em campo. "Desde pequeno, eu sempre via jogos da Copa São Paulo, admirava os jogadores que estavam lá e, como jogador agora, estando na final. Sempre sonhei em conquistar grandes títulos e vamos em busca disso. Por se tratar de uma final, um jogo muito importante, a expectativa é muito boa, vamos descansar e nos preparar bem.”

Houve polêmica na definição do local de disputa da final, já que o estádio do Pacaembu, casa tradicional da final e realizada no aniversário da capital paulista, está em obras. Enquanto o Peixe queria o jogo em campo neutro, a Federação Paulista de Futebol (FPF) definiu que o jogo seria no Allianz Parque, casa do Palmeiras, em função de um artigo do regulamento da competição, que diz que em caso de impossibilidade de realização do jogo em campo neutro, o jogo será realizado no estádio da equipe de melhor campanha.

A diretoria do Santos chegou a se manifestar publicamente contra a realização do jogo no Allianz. Porém, por questões de segurança, o Canindé foi vetado pela Polícia Militar, enquanto o São Paulo rejeitou a utilização do Morumbi. O Corinthians joga no mesmo dia na Neo Química Arena, pelo Paulistão. (Leia mais na página 8A)

Ficha técnica

PALMEIRAS

Mateus; Gustavo Garcia, Naves, Lucas Freitas e Vanderlan; Fabinho, Pedro Bicalho e Jhonatan; Giovani, Vitinho e Gabriel Silva. Técnico: Paulo Victor Gomes.

SANTOS

Diógenes; Andrey Quintino, Derick, Jair Paula e Pedrinho (Fernandinho); Jhonnathan, João Victor e Ed Carlos; Weslley Patati, Rwan Seco e Lucas Pires. Técnico: Elder Campos.

Árbitro: Marcelo Holanda Souza.

Local: Allianz Parque, em São Paulo, na manhã desta terça-feira, às 10 horas, com transmissão ao vivo da TV Globo, Rede Vida e Sportv.

Weslley Patati é a esperança de gols do Peixe na final da Copinha (Ivan Storti/ Santos FC)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por