EM MEIO à PANDEMIA

Tigre renova com cinco visando Brasileiro

Mirassol perde 18 por contrato e espera retomada para abrir novas negociações


    • máx min
Mirassol perde 18 por contrato e espera retomada para abrir novas negociações
Mirassol perde 18 por contrato e espera retomada para abrir novas negociações - Pixabay/Banco de imagens

Com a prorrogação do período de quarentena no estado de São Paulo até o dia 31 de maio, para evitar a propagação da Covid-19, está ainda mais distante uma possível volta das disputas do Campeonato Paulista e início das competições nacionais. Mesmo em meio às incertezas, o Grêmio Novorizontino anunciou a renovação de contrato com cinco atletas que defendiam o clube no Paulistão antes da paralisação. O zagueiro Edson Silva, o lateral-esquerdo Paulinho e os volantes Adilson Goiano, Léo Baiano e Vinícius Kiss tiveram seus vínculos, que expiraram em 30 de abril, renovados por mais um ano, tendo em vista a disputa da Série D do Nacional. O Mirassol, por sua vez, segue esperando uma definição da retomada para falar em renovações - 18 atletas já tiveram seus contratos vencidos.

"A ideia é, dentro do planejamento do clube, dar sequência com eles já pensando no Brasileirão Série D. A importância deles é para o término do Campeonato Paulista, mas também já pensando em preparar uma equipe competitiva para disputar a Série D em alto nível", disse Genilson da Rocha Santos, presidente do Tigre. "Por ora, enquanto não tiver calendário, não estamos trazendo (novos jogadores). Tem a possibilidade de muitos renovarem para o término do Paulista, ou Série D. Mas estamos em compasso de espera", emendou Edson Antônio Ermenegildo, mandatário do Leão.

Restaram no Mirassol apenas 13 jogadores na lista de inscritos, sendo oito da lista A e outros cinco da B (formada por jogadores pratas da casa e com vínculos mais longos). Destes, apenas seis compunham a base titular do técnico Ricardo Catalá.

No Novorizontino, são 15 que permanecem da lista A, contando com os cinco que renovaram, e mais 8 da B. O único que pode não ficar é o zagueiro Everton Sena, cujo contrato termina no final deste mês. Já tiveram contratos encerrados outros nove atletas, entre eles o atacante Guilherme Queiróz, com quem o clube já abriu negociação para renovação.

O Paulistão foi paralisado faltando duas rodadas para o término da primeira fase. O Novorizontino tem 16 pontos e ocupa a terceira colocação do Grupo B, três pontos atrás dos líderes Santo André e Palmeiras. Na Série D do Brasileiro, que começaria em 30 de maio, o Tigre estrearia contra o Joinville, em Santa Catarina. A chave conta ainda com São Caetano, os gaúchos Caxias, Pelotas e São Luiz, e os catarinenses Marcílio Dias e Tubarão.

O Mirassol ocupava a vice-liderança do Grupo C com 16 pontos, dois atrás do São Paulo, virtual adversário nas quartas de final. Na Série D, a estreia seria no estádio José Maria de Campos Maia, diante do Bangu, do Rio de Janeiro. A chave ainda tem Portuguesa, Cabofriense, ambos do Rio, além dos paranaenses Cascavel, Toledo e Nacional, e a Ferroviária, de Araraquara.

Léo Roveroni/Agência Mirassol

Quem fica

Goleiros

  • Kewin contrato até 30/4/21
  • Matheus Aurélio 31/5/21
  • Hugo 21/7/22

Laterais e zagueiros

  • Daniel Borges 31/12/20
  • Frank 30/4/22
  • Vinicius Baracioli 30/4/22

Meio-campistas

  • Neto Moura 31/12/21
  • Luis Oyama 30/5/21
  • Luiz Fernando 31/12/20
  • Matheus Rocha 31/12/22
  • Danilo Magalhães 8/12/22
  • Kauan 30/4/22

Meia-atacante

  • Juninho 5/5/21

Quem fica

Goleiros

  • Oliveira 30/11/20
  • Vinicius Almeida 1/12/21
  • João Vitor 15/12/23

Laterais e zagueiros

  • Paulinho 30/4/21
  • Felipe Rodrigues 30/4/21
  • Adriano 31/12/23
  • Everton Sena 31/5/2020
  • Bruno Aguiar 30/11/2020
  • Edson Silva 30/04/21
  • Rique 31/1/21

Meio-campistas

  • Adilson Goiano 30/4/21
  • Léo Baiano 30/4/21
  • João Pedro 1/12/21
  • Pereira 30/11/20
  • Vinicius Kiss 30/4/21
  • Bruno 5/3/21
  • Daniel Martins 27/4/24

Atacantes

  • Léo Tocantins 31/1/21
  • Nando 31/1/21
  • Elvinho 31/12/20
  • Cléo Silva 31/12/20
  • Danielzinho 31/12/20
  • Batista (atacante) 31/12/2021

Integrantes da Série A-2 do Paulista e sem calendário para o segundo semestre, Votuporanguense e Monte Azul perderam a maior parte de seu elenco com o encerramento dos contratos. "80% acabou, ficaram alguns contratos mais longos e estamos fazendo as rescisões para aguardar definição da Federação em relação a volta. Não é momento nem hora de discutir futebol, é hora de esperar essa crise passar, creio que não volta tão cedo", disse o presidente do CAV, Marcelo Stringari.

Do elenco inscrito para jogar o Estadual, a maior parte teve vínculo encerrado no final de abril. Com vínculos mais longos apenas os pratas da casa Mateus Buiate, zagueiro titular da equipe até a paralisação, Kaique, Kennedy, Sillas, Vinicius, Abraão, Caua, Elber, Jair, Zé Henrique e Thales. Neste mês encerram-se os vínculos de Ricardinho (segunda-feira, 11), Lucão (16), Jardel (18), Diogo Sodré (21) e João Marcos (31).

No Monte Azul, permanecem com vínculo o atacante Jhonatan, o zagueiro Matheus, o meio-campo Gabriel Souza, além de Guthierres, João Vitor, Alan Miranda, David, Gustavo e Renato. "Uns 15 terminaram contrato, mas estão apalavrados de voltar se for retomado", disse o presidente Marcelo Cardoso. (OJ)

Guilherme Baffi

No Rio Preto, dos jogadores que atuaram na última partida antes da paralisação da Série A-3 do Paulista, apenas quatro têm vínculos mais longos. O zagueiro Bruno Miguel, até 4 de maio de 2022, o volante Iago Pereira, até janeiro de 2021, e os atacantes Thiaguinho (janeiro de 2022) e Gabriel Barcos (janeiro de 2021). Os demais têm contrato se encerrando neste mês.

Junto a estes, tem ainda pratas da casa da lista B como o goleiro Kener, os meio-campistas Lucas Lima e Murilo, além dos atacantes Renan e Victor Matheus, o Teteu. O presidente José Eduardo Rodrigues defende o encerramento da competição como estava e a declaração do Noroeste como campeão, porém, sem descenso.

A A-3 foi paralisada após a 11ª rodada, com o Jacaré perdendo de 2 a 0 para o Grêmio Osasco. Restavam quatro jogos para o fim da primeira fase, com o time de Carlos Rossi ainda tendo de enfrentar Capivariano, Batatais, Nacional e Linense. O Rio Preto era 9º colocado com 13 pontos.

O Olímpia, também da região, somava a mesma pontuação, em 11º lugar. Apenas o atacante Felipe Fumaça tem contrato até dezembro deste ano. Os demais 26 inscritos terão seus contratos vencidos neste mês. (OJ)