Monte Azul perde nos pênaltis e é eliminado pelo São Caetano

Paulista A-2

Monte Azul perde nos pênaltis e é eliminado pelo São Caetano

Time de Luciano Dias conseguiu marcar nos acréscimos e levar decisão para os pênaltis, onde o time do ABC Paulista mostrou maior efetividade


Di Maria passa pela marcação de Guthierres no duelo no ABC Paulista
Di Maria passa pela marcação de Guthierres no duelo no ABC Paulista - Leonardo Lima/AD São Caetano

O Monte Azul lutou até o final, mas ficou pelo caminho na briga pelo acesso ao Paulistão de 2021. O time de Luciano Dias venceu o São Caetano por 1 a 0, no tempo normal, marcando já nos acréscimos, mas foi derrotado nos pênaltis, no estádio Anacleto Campanella, por 5 a 4, parando nas quartas de final do Campeonato Paulista da Série A-2. O time do ABC Paulista, que havia vencido em Monte Azul Paulista por 1 a 0, é o primeiro a se garantir nas semifinais.

Em busca do resultado, o Monte Azul buscou o gol a todo momento. Logo no início, Cleiton Garcia chegou atrasado para aproveitar a finalização de Leandro Love que desviou em Domingos. Guthierres também recebeu de Garcia na grande área, mas no chute a bola bateu na rede pelo lado de fora, à esquerda de Luiz Daniel.

Mas o goleiro do Monte Azul também teve trabalho. Alex Reinaldo pegou sobra de bola na grande área e mesmo sem ângulo bateu rasteiro forte para defesa de Caio. Aos 27 minutos, outra vez ele foi eficaz na finalização cruzada de Luan Costa.

No final do primeiro tempo, Guthierres tentou escorar de cabeça para Love na grande área, mas faltou sintonia e o duelo ficou mesmo sem gols na primeira etapa.

A partida seguiu movimentada na etapa final. Muita disputa de bola no meio-campo e poucas chances claras de gol. O São Caetano tentava nas bolas altas, a defesa do Monte Azul se manteve firme.

Luciano Dias colocou Isaac Prado e Douglas Pote para dar novo ânimo no ataque, mas só conseguiu o o gol nos acréscimos. Em falta da direita sofrida por Cleiton Garcia, ele mesmo levantou na medida para Cezane fazer de cabeça e levar a decisão para os pênaltis.

Porém, o Monte Azul reviveu a máxima 'de herói a vilão'. Vinícius marcou o primeiro de pênalti para o Monte Azul, mas Cezane bateu mal e Luiz Daniel fez a defesa. Depois Isaac, Douglas Pote e Cleiton fizeram, porém, o São Caetano foi efetivo. Converteu com Alex Reinaldo, Everton Dias, Gerônimo, Sandoval e Anderson Rosa para comemorar a vaga na semifinal.

SÃO CAETANO - 0

Luiz Daniel; Alex Reinaldo, Domingos, Sandoval e Erik Di Maria (Acácio); Everton Dias, Emerson Santos (Guilherme Amorin) e Anderson Rosa; Ronaldo (Renan Dutra), Luan Costa (Gerônimo) e Joel Vinícius (Marcos Vinícius). Técnico: Alexandre Gallo.

MONTE AZUL - 1

Caio; Cleiton Garcia, Lucas Cezane, Matheus e Gustavo Ota; Queven (Matheus), Vinícius, Guthierres, Gilsinho (Douglas Pote) e Léo Prado (Paulo Henrique); Leandro Love (Isaac Prado). Técnico: Luciano Dias.

  • Gol: Lucas Cezane aos 48 minutos do 2º tempo. Nos pênaltis, o São Caetano venceu por 5 a 4.
  • Árbitro: Márcio Henrique de Goes.
  • Local: estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, nesta sexta-feira, 11, sem a presença de público em razão da pandemia do novo coronavírus.