São Paulo só empata com RB Bragantino

EMPATE

São Paulo só empata com RB Bragantino

Equipes não aproveitam chances e ficam apenas no empate, no Morumbi


Luciano, autor do gol de empate do Tricolor contra o RB
Luciano, autor do gol de empate do Tricolor contra o RB - S~zo Paulo FC/Divulgaão

São Paulo e Red Bull Bragantino fizeram um jogo movimentado e ficaram no 1 a 1 na noite desta quarta-feira, no Morumbi, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O empate impediu o time da capital de assumir a liderança: igualou os 17 pontos do Internacional, que joga nesta quinta contra o Ceará. Já a equipe do interior segue na zona de rebaixamento, com sete pontos.

Apesar da diferença entre os times na tabela, o empate em casa pode ser considerado um bom resultado para o São Paulo, porque o Bragantino desperdiçou duas cobranças de pênaltis. A segunda já nos acréscimos, aos 47 minutos.

Os dois times iniciaram o jogo pressionando a saída de bola adversária. O São Paulo começou melhor e quase abriu o placar logo aos cinco minutos, mas Léo Realpe tirou em cima da linha após cabeçada de Brenner. O Bragantino respondeu rapidamente e assustou em chute de fora defendido por Tiago Volpi.

O São Paulo teve a volta de Reinaldo, desfalque nos últimos dois jogos por suspensão e por estar gripado. Era pelo lado esquerdo que o time criava as melhores chances e Reinaldo chegou a balançar a rede aos 26, mas o gol foi bem anulado porque o chute desviou em Brenner, que estava em impedimento.

Embora tivesse domínio, o São Paulo não conseguia criar chances claras. O Bragantino também não. O cenário do primeiro tempo fez os técnicos mudarem seus times no intervalo. Hernanes entrou para completar seu 300º jogo pelo São Paulo. Paulinho Bóia também foi acionado para dar mais velocidade ao ataque tricolor. Mas foi uma mudança do Bragantino que surtiu efeito: o estreante Raul recebeu dentro da área e chutou, a bola desviou em Diego Costa, enganou Tiago Volpi e entrou.

O São Paulo sentiu o gol sofrido, e o Bragantino teve uma chance de ouro para ampliar e ter mais tranquilidade. Após olhar o vídeo, o árbitro Savio Pereira Sampaio marcou pênalti por causa do toque no braço de Luciano. Claudinho foi para a cobrança e desperdiçou, chutando rasteiro para fora.

Diniz, então, resolveu fazer mais duas substituições. Helinho e Carneiro, teoricamente, dariam mais velocidade e presença de área ao time. O São Paulo passou a ter quatro atacantes em campo para buscar o empate. Mais bagunçado, a equipe tricolor tentava rodar a bola para abrir espaço na defesa adversária.

Foi de um chutão improvável, porém, que o São Paulo chegou ao empate. Léo lançou, o goleiro Cleiton saiu mal e a bola sobrou para Luciano marcar seu quarto gol em sete jogos. Um castigo para o Bragantino, que vinha conseguindo conter os avanços são-paulinos e havia perdido boa chance pouco antes.

O gol de empate deixou o jogo ainda mais agitado. O São Paulo se atirou ao ataque em busca da virada. O Bragantino ficou bem postado, teve boas chances em contragolpes e acertou o travessão de Volpi em cobrança de falta de Artur. O mesmo Artur acertou a trave novamente, desta vez em cobrança de pênalti, aos 47, desperdiçando a chance de o Bragantino sair com a vitória do Morumbi.

Positivo

O São Paulo confirmou na noite desta quarta-feira que o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, testou positivo para o novo coronavírus. O dirigente cumpre isolamento em casa desde a semana passada. Leco tem 82 anos de idade, fazendo parte do grupo de risco para a covid-19.

SÃO PAULO - 1

Tiago Volpi; Juanfran, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Gabriel Sara (Hernanes) e Igor Gomes (Carneiro); Brenner (Helinho), Vitor Bueno (Paulinho Bóia) e Luciano. Técnico: Fernando Diniz.

RED BULL BRAGANTINO - 1

Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Léo Realpe (Ligger) e Edimar; Ryller, Matheus Jesus (Raul) e Claudinho; Artur, Tubarão (Lucas Evangelista) e Ytalo (Alerrandro). Técnico: Maurício Barbieri.

  • Gols: Raul aos 7 e Luciano, aos 32 minutos do 2º tempo.
  • Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF).
  • Local: estádio do Morumbi, em São Paulo, nesta quarta, 9, sem a presença de público em razão da pandemia do novo coronavírus.