Novorizontino negocia para Fonseca ficarNovorizontino negocia para Fonseca ficar

PRIMEIRA META

Novorizontino negocia para Fonseca ficar

Retomada dos treinos será nesta quarta, em grupos de até oito jogadores


Roberto Fonseca dirigiu o Tigre em dez jogos do Paulista e um pela Copa do Brasil em 2020
Roberto Fonseca dirigiu o Tigre em dez jogos do Paulista e um pela Copa do Brasil em 2020 - Thiago Carvalho/Novorizontino

Antes mesmo de voltar a campo para treinar, a meta do Grêmio Novorizontino é definir seu comandante para disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. Roberto Fonseca, 58 anos, esteve à frente do clube nos dez jogos realizados no Paulistão e, inicialmente, seu acordo era apenas para o Estadual e Copa do Brasil, onde o clube foi eliminado pelo Figueirense (2 a 1). Fonseca retornou a Novo Horizonte nesta segunda-feira, 29, e negocia sua permanência no clube, não apenas para os dois jogos restantes da primeira fase do Paulista e uma possível quartas de final.

"Entendemos que o tempo entre o Paulista e a Série D será curto, todos os órgãos terão de aceleram os processos para que os campeonatos avancem o menos possível em 2021", disse o presidente Genilson da Rocha Santos. "O clube entende que seria ideal permanecer o treinador, já que o grupo sofrerá poucas mudanças de elenco, ele seria quem mais tem conhecimento da estrutura do clube e dos atletas. Em termos de conjunto, a equipe ganharia com a permanência do treinador."

Nesta quarta-feira, 1º de julho, os clubes do Paulistão retomarão os treinamentos, porém, ainda sem uma previsão de volta do campeonato. Na última semana, os atletas do Tigre já usaram das dependências do clube para realização de testes físicos e exames médicos.

Com três vitórias e sete empates até a paralisação do torneio, o Novorizontino perdeu nomes como o goleiro Gustavo, o zagueiro Everton Sena, os laterais Celsinho e William Formiga, o meia Higor Leite, além dos atacantes Capixaba, Daniel Martins, Felipe Marques, Jenison e Thiago Ribeiro. "Diante dos que saíram a gente já tem ideia do que seria necessário, mas pra efetivar as contratações precisamos estar sabendo dos jogos e definir a comissão que vai ficar para Série D. Vamos fazer o acerto com o Fonseca, mas vamos precisar no mínimo de duas peças de reposição para dar estrutura de time daquilo que é a proposta do treinador", emendou Genilson.

Fonseca, que pelo segundo ano seguido dirige o time no Estadual, é conceituado em divisões superiores do Brasileiro, mas a estrutura de trabalho proposta pelo Tigre pode fazer com que ele renove não apenas para Série D, mas para o Paulista de 2021. "Espero até sexta-feira estar definindo isso, se não for possível tem de estar pensando em um plano B", disse o presidente. "Pelo treinador e capacidade que ele tem, deve ter proposta de clube da Série B, mas é um treinador que sabe a estrutura que o clube oferece, sabe que vai entrar na Série D em um nível forte, buscar o acesso e é um time que já tem um Paulistão no próximo ano. Tudo isso credencia estar à altura de muitos times", emendou.

Com a volta aos treinos, o elenco será dividido em grupos de cinco a oito jogadores para realização de trabalhos físicos e técnicos. "Dentro do espaçamento o treinamento conjunto vai gerando proximidade e movimentação de toda estrutura do clube. E isso é bom, vai gerar um ar de funcionamento e retorno verdadeiro das atividades", disse o presidente.

Mirassol FC/Divulgação

Reforçado do zagueiro Wellington Silva, 28 anos, e do lateral Danilo Boza, 22, o Mirassol se reapresentou nesta segunda-feira, 29, em seu Centro de Treinamento, para realização de novos exames e testes para Covid 19 visando a retomada dos treinos, na quarta-feira, 1º de julho. Os dois jogadores possuíam vínculo com o Leão da Araraquarense mas desde meados de 2018 estavam fora. "Todos serão testados, a comissão técnica está escalonando para não haver aglomeração e com os resultados, começarão os treinos", disse o presidente Edson Ermenegildo.

Wellington chegou ao Mirassol em 2017 emprestado pelo Palmeiras e há dois anos estava no Oliveirense, de Portugal, onde fez 38 partidas. Já Danilo Boza é prata da casa e após se destacar na Copa São Paulo de Juniores de 2017, jogou o Paulista e a Série D de 2018, tendo saído emprestado ao time B do Braga, de Portugal. Ano passado retornou e foi emprestado a Figueirense e neste ano esteve no Athletico-PR. "O Danilo estava Athletico-PR, mas o Wellington aguarda a abertura da janela de transferência da Fifa para ter a documentação regularizada", emendou.

O Mirassol deve buscar reforços pontuais, porém, espera primeiro a definição da retomada dos jogos. "Estamos fazendo um estudo a esse repeito, mas só quanto definir o calendário. Se não tiver data precisa não tem como fazer contrato por não ter prazo", disse Ermenegildo. (OJ)