Basquete regional perde o Professor Zan, aos 83 anos

ESTRELA D'OESTE

Basquete regional perde o Professor Zan, aos 83 anos

Professor morreu no sábado, 27, após duas paradas cardíacas; ele estava internado na Santa Casa de Fernandópolis, lutando contra a Covid-19


Professor Zan foi responsável por incentivar o basquete na região de Rio Preto
Professor Zan foi responsável por incentivar o basquete na região de Rio Preto - Reprodução

Morreu no sábado, 27, o professor de basquete João Baptista Siqueira, conhecido como Zan. Ele tinha 83 anos e estava internado com Covid-19 na Santa Casa de Fernandópolis desde o dia 20 de junho. Ele morreu após duas paradas cardíacas. A morte foi registrada na cidade de Estrela D'Oeste, onde ele morava. Este é o sexto óbito provocado pelo coronavírus na cidade.

Considerado uma lenda do basquete regional, Professor Zan foi um dos responsáveis por popularizar o esporte no interior paulista na década de 1970.

A Associação de Pais e Amigos do Basquetebol de Fernandópolis (Apab) prestou homenagem ao professor. "Nosso Basquete hoje está em luto pois perdemos um grande incentivador do esporte. Mais que um professor, um amigo que sempre nos ensinou dentro e fora de quadra. Nossos sentimentos a todos familiares e amigos", diz a publicação feita pela entidade.

A página do Programa Nota 10, que ensina basquete a crianças de Fernandópolis, também registrou sua  homenagem. "Trabalhou em Estrela D'Oeste e em São José do Rio Preto, participando e dando sua contribuição na formação de atletas dentro e fora de quadra e nas equipes de competições que formou, deixando saudades e boas lembranças", diz a publicação.