Uma dupla de sucesso


A soja, considerada uma das commodities mais rentáveis no País, com safra recorde neste ano de 121 milhões de toneladas - conforme estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) - , também ganhou espaço no Noroeste paulista para a reforma dos canaviais. É que na entressafra, as áreas de cana-de-açúcar podem servir para o plantio de soja, em rotação de culturas e ainda para preparar o solo, rico em nutrientes.

"A palha da cana-de açúcar beneficia muito a plantação de soja e traz maior rentabilidade para o produtor rural, utilizando as áreas de canaviais para fazer a rotação de culturas", disse o produtor rural e engenheiro agrônomo Rodrigo Duarte de Bello. Ele afirmou ainda que integra um grupo de produtores rurais do noroeste paulista, que está investindo nas culturas de cana-de-açúcar e de soja.

Um fator que Bello destaca é que os canaviais, para garantir a maior produtividade da cana-de-açúcar, precisam ser reformados, ou seja, depois de certa quantidade de colheitas consecutivas - podem variar de três a seis cortes- o ciclo pode se encerrar e o produtor precisa renovar o canavial. "Muitas usinas na região estão cedendo áreas, através de arrendamento, para os produtores de soja realizar o plantio do grão".

Em Fernandópolis, Bello plantou 510 hectares de soja, com um rendimento nesta safra de 54 sacas por hectare. "A colheita de 2020 foi muito positiva e as condições climáticas foram boas, mas ainda não atingimos a meta que é de um rendimento de 60 sacas para cada hectare", avaliou. Mas, conforme o produtor, em comparação com o ano passado, com produção de 45 sacas por hectare, a safra deste ano é satisfatória.

A integração entre o plantio de soja e o de cana-de-açúcar é muito positiva, como afirmou Duarte. "No canavial, a planta da soja consegue deixar benefício para o solo, evita o aparecimento de pragas e doenças, muito comuns aos canaviais. E para a soja, a palha da cana também colabora em nutrientes, com um aumento de produtividade entre 8% a 10%", disse o produtor rural. (CC)