Cooperativa de crédito projeta aumento de 20% na crise

EXPANSÃO

Cooperativa de crédito projeta aumento de 20% na crise

Número de associados na região teve alta de 106% e chegou a 13,1 mil


Agência em Rio Preto
Agência em Rio Preto - Divulgação

A cooperativa de crédito financeiro Sicredi espera um crescimento de 20% neste ano, mesmo com os impactos da pandemia de coronavírus. A razão, segundo o diretor executivo João Tavares, é que os ativos se mantiveram crescendo. "A carteira de crédito não parou, com a concessão para pessoas jurídicas, principalmente pequenas e médias - e segue operando - e as pessoas aumentaram os depósitos em poupança", afirmou ele durante uma live na manhã desta quinta-feira, 8.

Durante a pandemia, o Sicredi repassou R$ 125 milhões por meio do financiamento destinado à folha de pagamento; R$ 456 milhões voltados ao capital de giro e R$ 1,8 bilhão que fazem parte do Pronampe.

Neste ano, foram inauguradas 155 agências e até o fim do dez outras devem entrar em operação. Ao todo, são 108 cooperativas, 4,6 milhões de associados, 1,9 mil pontos de atendimento e 30 mil colaboradores. Os dados foram divulgados à imprensa num encontro para celebrar o Dia Internacional da Cooperativa de Crédito, no próximo dia 15.

Segundo Tavares, a pandemia trouxe desafio ao setor também, que investiu fortemente no atendimento digital, sem abrir mão do digital e buscou oferecer renegociações. "Criamos novas formas para cumprir nosso papel, que é continuar provendo crédito, e construir juntos uma sociedade mais próspera", disse.

Desde 2003, as cooperativas podem contar com a admissão de pessoas jurídicas e diferentes setores, não mais apenas as pessoas físicas. Para Tavares, esse crescimento da participação empresarial no quadro associativo das cooperativas se dá pelo diferencial competitivo da proximidade. "O empreendedorismo está em alta no País. Ao mesmo existe uma barreira nos sistema financeiro para o oferecimento de crédito. No cooperativismo, por estar mais próximo, é possível entender melhor onde então os riscos da empresa."

Em novembro, o Sicredi lança, dentro da Semana de Educação Financeira do Banco Central uma série de ações sobre o assunto, incluindo palestras e o programa de educação financeira Na Ponta do Lápis. "As pessoas precisam entender e administrar melhor o dinheiro, os juros, o crédito, a importância de economizar. Dessa forma se tornam um cidadãos mais completos e conseguem prosperar."

Região

Na região de Rio Preto, a cooperativa conta atualmente com agências que abrangem as quatro cidades da sua área de atuação: Rio Preto, Catanduva, Mirassol e Tanabi, que juntas somam 106 colaboradores. A projeção é que de que no ano que vem duas novas agências sejam aberturas em municípios da região, ainda sem definição.

De acordo com balanço apresentado em agosto, relativo ao primeiro semestre deste ano em relação ao primeiro de 2019, houve aumento de 106% no número de associados, passando de 12,3 mil para 13,1 mil; de 112% nos depósitos, passando de R$ 157,1 milhões para R$ 176 milhões. Foram disponibilizados R$ 6,7 milhões em capital de giro pelo BNDES.

O balanço mostra ainda os recursos administrados cresceram 107%, passando de R$ 234 milhões para R$ 250,9 milhões; os ativos saltaram 109%, passando de R$ 205,6 milhões para R$ 224,8 milhões e o patrimônio líquido subiu 104%, passando de R$ 30,9 milhões para R$ 32,2 milhões.