Mais de 3 milhões de chaves já foram cadastradas no PIX

PAGAMENTO INSTANTÂNEO

Mais de 3 milhões de chaves já foram cadastradas no PIX

Sistema substituirá a TED para fazer e receber transferências e pagamentos


novo modo de pagamento
novo modo de pagamento - Freepik/Divulgação

O Banco Central (BC) informou que até o início da noite desta segunda-feira, 5, mais de 3 milhões de chaves já tinham sido cadastradas no PIX - o sistema brasileiro de pagamentos instantâneos. Esta segunda foi o primeiro dia para que clientes possam cadastrar, nas instituições financeiras, suas chaves para utilizar o sistema. De acordo com o BC, não há um prazo para o cadastramento. As chaves são e-mail, telefone celular e CPF. Por meio delas, será possível fazer e receber transferências e pagamentos por meio do PIX, que começa oficialmente a funcionar em 16 de novembro.

Como informou o Broadcast, o Banco Central habilitou 677 bancos, fintechs e cooperativas para o lançamento do PIX. Até o início da noite da última quinta-feira, dia 1º, o BC havia publicado o aval para apenas 11 instituições começarem a operar o novo sistema de pagamentos. O salto do número de instituições habilitadas ocorreu na reta final, no fim da última semana.

Dentre os cinco maiores banco do País, o Bradesco recebeu o aval na quarta-feira passada para operar o PIX, enquanto Banco do Brasil, Itaú e Santander foram autorizados na quinta-feira à noite. A Caixa Econômica Federal foi a última a entrar na lista, na sexta-feira passada.

Essas instituições já vinham trabalhando para atender às exigências do Banco Central e passar por testes de estresse, que buscam avaliar se elas estão preparadas para suportar determinado volume de pagamentos por segundo. Esses testes são importantes para garantir a efetividade e a segurança do PIX.

O sistema, que já tem similares em outros países, vai ser usado para permitir pagamentos e transferências bancárias em tempo real. Os grandes agentes financeiros são obrigados a aderir, mas a ferramenta atraiu um número expressivo de cooperativas, fintechs e financeiras.

A chave de usuário é como um apelido para identificar as contas do PIX. O cliente pode cadastrar um número de celular, e-mail, CPF, CNPJ ou um EVP (uma sequência de 32 dígitos a ser solicitada no banco).

  • Para usar o PIX, bastará ter uma conta corrente, conta poupança ou uma carteira digital de uma instituição financeira com cadastro no PIX. A opção estará dentro do aplicativo bancário e no internet banking do cliente, assim como já estão outras funcionalidades, como DOC e TED
  • Com o cadastro de uma "chave PIX", as transferências poderão ser realizadas de maneira mais ágil. Isso porque vinculará as informações básicas do usuário aos dados completos que identificam a conta do cliente
  • Com o cadastro, bastará informar a "chave PIX" para um contato para receber uma transferência. Ao digitar a chave, os dados da conta do destinatário aparecerão automaticamente na hora de realizar a transação, bastando conferir a identificação e digitar os valores antes de confirmar a operação

Os quatro tipos de chaves:

  • Número de CPF/CNPJ;
  • Endereço de e-mail;
  • Número do telefone celular
  • EVP (sequência alfanumérica de 32 dígitos que, após solicitação do cliente ao seu banco, será enviada pelo Banco Central à instituição, e com ela será possível criar um QR Code, sem necessidade de ter que informar o CPF, telefone ou email a um desconhecido)