Pesquisa aponta que carga tributária impede crescimento

O principal fator que impede o crescimento da empresa é a carga tributária. A constatação é da primeira edição da Pesquisa de Clima Empresarial Lide Noroeste Paulista, realizada entre os dias 14 e 22 de setembro com 103 empresários da região de Rio Preto. De acordo com 38,4% deles esse é o maior problema, seguidos por 26,3%, que entendem ser o nível de demanda.

Mensalmente, a entidade vai apresentar a visão dos empresários a região sobre assuntos ligados à economia e à política. O trabalho é realizado com apoio da Didáctica e supervisão da Awards Auditores Independentes.

Dentre as preocupações relativas ao cenário econômico atual, destacam-se as reformas como o tema mais importante, incluindo a tributária e administrativa, com 45,6% do total de respostas dos participantes. Em seguida aparece a crise internacional/saúde, com 22,3%, e o cenário político, com 19,4% de índice entre os temores.

A expectativa é de que a reforma tributária seja aprovada no primeiro semestre de 2021 (56%); para 43% o Produto Interno Bruto (PIB) deve cair 6% neste ano e, em 2011, 70% acreditam que o crescimento do indicador será de 3%.

Apesar da crise imposta pelo coronavírus, 58,3% dos participantes apontaram que a receita da empresa está melhor neste momento do que no mesmo período do ano passado. Em relação à geração de empregos, apenas 4% das empresas informaram que vão demitir; 53% vão gerar novos postos de trabalho.