Caixa Econômica admite problemas em aplicativos

A Caixa Econômica Federal admitiu nesta segunda-feira, 20, mais uma vez que a alta demanda pelo acesso às contas digitais causou intermitência nos aplicativos dos bancos. Na manhã desta segunda-feira, diversos trabalhadores foram às redes sociais reclamar que os recursos do FGTS já haviam sido descontados do saldo, mas não apareciam para movimentação por meio do Caixa Tem. Segundo a Caixa, o problema já foi resolvido.

A procura foi grande porque nesta segunda-feira começou o pagamento do saque emergencial - de R$ 1.045 - do FGTS para 4,9 milhões de trabalhadores nascidos em abril.

O montante liberado será de até R$ 3,1 bilhões. Como os saques em espécie nas agências estão limitados, o acesso à conta digital é o único meio de pagar contas e fazer transferências.

"Devido ao grande volume de acessos simultâneos, o aplicativo FGTS apresentou no início da manhã intermitência, mas já voltou a ficar estável. Os recursos disponíveis aos trabalhadores com direito ao saque emergencial de até R$ 1.045 seguiram podendo ser consultados normalmente no aplicativo Caixa Tem e no site fgts.caixa.gov.br", respondeu o banco, em nota.