Confiança do comércio cai 28,6% em junho

PESQUISA CNC

Confiança do comércio cai 28,6% em junho

O Icec caiu a 66,7 pontos, na pior pontuação desde o início da série histórica


Movimentação do comércio
Movimentação do comércio - Guilherme Baffi 3/6/2020

O índice que mede a confiança do empresário do comércio (Icec) atingiu em junho sua pior queda mensal da série histórica iniciada em março de 2011 pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), um recuo de 28,6% em relação a maio. O Icec caiu a 66,7 pontos, na pior pontuação desde o início da série histórica. "Ainda influenciada pelos impactos econômicos do coronavírus, a confiança dos comerciantes acumulou queda de 54 pontos nos 2 últimos meses, levando ao recorde o pessimismo entre os tomadores de decisão do varejo", disse a CNC em nota.

Já o indicador de satisfação com as condições atuais, seja da economia, do comércio, seja também da própria empresa, foi o que mais se destacou negativamente: 38,9 pontos, menor patamar desde dezembro de 2015, com quedas significativas, tanto mensal (-46%) quanto anual (-58%). Especificamente sobre a economia, os dados pioraram: 22,7 pontos (menor nível desde 2016), queda mensal de 62,2% e anual de 73,1%. Mais de 90% dos entrevistados avaliam que o quadro econômico atual está pior do que há um ano.