SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SÁBADO, 22 DE JANEIRO DE 2022
COLUNA DO DIÁRIO

Vereadores não aparecem e reunião da CPI dos Transportes é cancelada

Comissão havia convocado uma médica infectologista para falar sobre eventuais riscos de transmissão da doença

Vinícius Marques
Publicado em 03/12/2021 às 23:05Atualizado em 04/12/2021 às 07:30
Presidente da CPI, Robson Ricci, ficou a ver navios no depoimento marcado para esta quinta (Johnny Torres 26/8/2021)

Presidente da CPI, Robson Ricci, ficou a ver navios no depoimento marcado para esta quinta (Johnny Torres 26/8/2021)

Seção exclusiva para assinantes. Assine para ter acesso ilimitado.

Já sou cadastrado.

Quero ter acesso ilimitado.

COLUNA DO DIÁRIO

Vereadores não aparecem e reunião da CPI dos Transportes é cancelada

Comissão havia convocado uma médica infectologista para falar sobre eventuais riscos de transmissão da doença

Vinícius Marques
Publicado em 03/12/2021 às 23:05Atualizado em 04/12/2021 às 07:30

Presidente da CPI, Robson Ricci, ficou a ver navios no depoimento marcado para esta quinta (Johnny Torres 26/8/2021)

A CPI da Câmara de Rio Preto criada para investigar o sistema de transporte coletivo, principalmente durante o pico da pandemia de coronavírus, ficou mais de 45 dias sem ter reuniões ou depoimentos e nesta quinta-feira, 2, passou por uma situação inusitada.

A comissão havia convocado uma médica infectologista para falar sobre eventuais riscos de transmissão da doença. Em uma cena rara, o depoimento não ocorreu, mas o motivo não foi a ausência da médica: a reunião não teve, por incrível que pareça, o quórum necessário. A CPI é presidida pelo vereador Robson Ricci (Republicanos) e tem ainda como membros Francisco Júnior (DEM) e Julio Donizete (PSD). A vereadora Cláudia de Giuli (MDB) é suplente. Apenas Ricci estava na Câmara. A lei exige a presença de ao menos dois integrantes para o depoimento ocorrer.

A situação mostra que a apuração patina na Casa, mas Ricci contemporizou o caso. “É a primeira vez que isto acontece. Os vereadores devem ter tido algum imprevisto. Vamos tentar marcar para a próxima semana”, afirmou o presidente.

Criada com estardalhaço em meio à pandemia, a CPI definha na Casa. Mas até mesmo para uma comissão enfraquecida, o episódio desta quinta, 2, é vergonhoso e um desrespeito à depoente.

NOTAS

Cartilha

Além da presença do prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), na reunião desta sexta-feira, 3, o governo disponibilizou uma cartilha para tentar convencer os vereadores sobre a aprovação do projeto que reajusta o IPTU em 12%. A proposta apresentada não foi bem digerida nem por alguns vereadores da base. No material divulgado, o Executivo afirma que não se trata de aumento, e sim “atualização”. Falta convencer os parlamentares.

Janeiro

A vinda do presidente Jair Bolsonaro (PL) a Rio Preto é esperada para janeiro de 2022. Bolsonaro deve participar da inauguração da obra de duplicação da BR-153, que está na reta final. Já o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, tem presença garantida para o oba-oba em torno da obra. Freitas é cotado para disputar o governo de São Paulo no próximo ano.

Concorrido

Apoiadores do presidente, como o advogado Marcelo Zola e o ex-candidato a prefeito Paulo Bassan, tentam incluir na agenda de Bolsonaro - que ainda não tem data definida - um jantar ou almoço no hospital Bezerra de Menezes, que recebeu verba de R$ 2,5 milhões do governo federal durante a pandemia. Empresários do setor do agronegócio também querem se reunir com o presidente no Recinto de Exposições.

Moção

A aprovação no Senado do nome de André Mendonça para assumir uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF) vai ser motivo de discussão no legislativo rio-pretense. O vereador Anderson Branco (PL) apresentou moção de aplausos ao novo ministro. A aprovação representou uma vitória para o presidente Bolsonaro, que prometeu colocar no Supremo um ministro “terrivelmente evangélico”. Branco, que é evangélico, gostou.

Foguetório

Fogos Xingu vai cobrar R$ 119 mil para fazer a tradicional queima de fogos na Represa Municipal de Rio Preto na virada do ano. A empresa foi a única a apresentar proposta no pregão eletrônico realizado nesta sexta-feira, 3. Ironicamente, a própria Prefeitura diz que os moradores não devem ir à Represa para acompanhar a queima de fogos, a fim de evitar aglomerações. Resta saber se o pedido será acatado, já que inexiste regra que proíba reuniões ou mesmo o funcionamento de bares no entorno do foguetório.

Estadual

O ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB) voltou a dizer a aliados mais próximos que vai estar na corrida eleitoral do próximo ano. E será mesmo candidato a deputado estadual. Valdomiro tentou se eleger deputado federal em 2018. Agora, avalia que o caminho para a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) seria teoricamente mais simples. A conferir.

CURTAS

Sanciona - O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), sancionou nesta sexta, 3, a lei orçamentária de R$ 2,5 bilhões para o próximo ano. A norma foi aprovada pela Câmara na terça, 30, e a maioria da Casa rejeitou as 38 emendas apresentadas à proposta. A lei turbina gastos com obras e prevê investimentos de R$ 192 milhões no setor – um aumento de 76% em relação ao orçamento deste ano.

Ambulante - O vereador Bruno Moura e a atleta Maria Paula Maia entregaram R$ 18,5 mil ao ambulante Nildo José Rodrigues, que foi agredido por um fiscal da Prefeitura. Moura divulgou que o recurso foi obtido por meio de “vaquinha” para Nildo investir em uma mercearia.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por