SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 07 DE AGOSTO DE 2022
COLUNA DO DIÁRIO

Vereadores de Rio Preto emplacam mulheres como assessoras de deputados que vão apoiar

Dois casos registrados mostram que uma verdadeira “instituição” da política nacional, o toma-lá-dá-cá, já movimenta os nobres edis dos dois lados do balcão

Maria Elena Covre, Vinícius Marques, Marco Antonio dos Santos e Rodrigo Lima
Publicado em 27/01/2022 às 23:13Atualizado em 28/01/2022 às 15:03
Bruno Moura e Bruno Marinho, vereadores de Rio Preto (Divulgação/Câmara de Rio Preto)

Bruno Moura e Bruno Marinho, vereadores de Rio Preto (Divulgação/Câmara de Rio Preto)

Na Câmara de Rio Preto, mulher de vereador virou moeda de troca nas negociações de apoio para as eleições deste ano, em especial às candidaturas a deputado estadual e federal.

Dois casos registrados mostram que uma verdadeira “instituição” da política nacional, o toma-lá-dá-cá, já movimenta os nobres edis dos dois lados do balcão. E que um “emprego bom” para as esposas de quem oferece seus préstimos eleitorais é proposta irrecusável.

O vereador Bruno Marinho (Patriota), herdeiro do ex-vereador José Carlos Marinho e estreante na Casa, teve a mulher, Victória Kimie Ohno Marinho, nomeada pelo presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), o deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB), como sua assessora.

E quem o patriótico parlamentar municipal vai apoiar para a Assembleia Legislativa? “O Carlão é um grande amigo da família, desde a época em que o Marinho (pai) era vereador. Tem ajudado muito nossa cidade, principalmente nas pautas da saúde e do HB. Minha esposa é advogada e aceitou o convite para compor a equipe dele, especialmente na região nossa. Por gratidão a tudo que ele já fez e pode fazer, o apoio a ele é natural”, responde Bruno. Mas ele nega que a contratação da cara-metade foi o motivo. “Condicionar apoio não é a minha forma de fazer política”, diz.

Quem deu a largada foi o vereador Bruno Moura (PSDB), que intensificou, desde o final do ano passado, incursões por eventos e atividades na cidade com o deputado federal Luiz Carlos Motta (PL) a tiracolo. Este, por sua vez, nomeou em agosto do ano passado como assessora Janaína Miranda, casada com Moura, com ganho de R$ 4,7 mil (salário mais auxílios). Mas é tudo coincidência, ok?

NOTAS

FAÇA O QUE EU FIZ - Cirurgião plástico e ex-secretário da Saúde de Edinho Araújo (2005 a 2008), Arnaldo Almendros passou semanas tentando explicar, num grupo de Whatsapp que reúne amigos do clube Monte Líbano, a importância da vacina contra a Covid-19 nas crianças. Ele argumentou que a imunização é a única forma de o mundo sair da pandemia. E que não há motivos para ter medo, já que o efeito do imunizante no corpo infantil é, como no dos adultos, estimular o sistema imunológico. Frustrado com contrapontos calcados em fake news, o médico decidiu fazer sua última tentativa: convencer pelo exemplo. E levou pessoalmente a caçula, Maísa Vitoreti Almendros, de 8 anos, para ser vacinada numa das UBSs de Rio Preto. Deixou-se fotografar com a pequena e postou a imagem em redes sociais. Quanto ao grupo da discórdia, ele caiu fora. Preferiu ter paz a brigar pela razão em meio à insanidade geral nestes ambientes virtuais.

Virada...

Quem se mostra decidida a desengasgar tudo que estava atravessado na garganta após a decisão judicial de reintegrar os Dalla Pria ao quadro de sócios do Rio Preto é Wayta, a matriarca do clã. Diferentemente do marido, Vergílio, que se diz satisfeito em apenas “poder frequentar o clube”, ela não descarta fazer valer o estatuto do Jacaré para um retorno triunfal: como conselheira vitalícia, prerrogativa de quem já conduziu o time.

… no Jiraya

“Nós vamos voltar ao Rio Preto, ah se vamos”, disse Wayta, ex-vereadora e ex-dirigente do Rio Preto, durante entrevista do marido na manhã desta quinta-feira, 27. Como diriam os garotos da base do Jacaré, a mulher está “virada no Jiraya” (gíria infanto-juvenil que significa “sangue no olho”).

É pop

Os cerca de 80 padres que recepcionaram o novo bispo de Rio Preto, dom Antônio Emídio Vilar, nesta quinta-feira, 27, ficaram surpresos com o jeito descontraído dele, que toma posse no dia 19 de março. Além de responder a todas as perguntas recebidas, dom Vilar deixou o clima tão informal que, em vez da fila do tradicional beija-mão, os religiosos se perfilaram para fazer selfie com o “chefe”.

Fui...

Dos 68 aprovados no concurso para delegado da Polícia Civil de São Paulo que foram convocados no início de janeiro, 22 não compareceram para tomar posse dos respectivos cargos. A lista com o cancelamento das nomeações foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira, 27. O concurso é de 2017 e havia pressão para que o governo de João Doria avançasse com as convocações, que estavam congeladas devido à pandemia, para reduzir a defasagem nas delegacias. Mas o pessoal parece ter encontrado emprego melhor.

De longe

A Assembleia Legislativa vai retomar as sessões sem a presença dos deputados. Ato da Mesa Diretoria definiu que o início das atividades parlamentares na terça-feira, 1º de fevereiro, será de forma virtual. A diretoria da Alesp também suspendeu qualquer reunião presencial até 4 de março. A medida foi tomada devido à explosão de casos de Covid-19.

Safra

Com a temporada de visitas de presidenciáveis aberta, o próximo a desembarcar em Rio Preto é o pré-candidato do Novo, Felipe Dávila, no próximo dia 9 de fevereiro. Ele vem acompanhado de Vinicius Poit, que vai brigar pelo Palácio dos Bandeirantes, também pelo Novo.

No Bezerra

O grupo União Direitista, considerado o mais radical entre os bolsonaristas de Rio Preto, promove uma palestra sobre as filosofias liberal e conservadora “como veículo de manutenção das liberdades”. Os palestrantes são os advogados Homaile Mascarin do Vale e Nicholas Belotti Andreu. O evento será neste sábado, 29, às 9h, no auditório do Hospital Bezerra de Menezes.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por