SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 06 DE JULHO DE 2022
COLUNA DO DIÁRIO

Unimed Rio Preto vai discutir criação de Holding, transformação em S/A e Fundo de Investimento

A diretoria está convocando uma reunião com todos os cooperados (cerca de 1,6 mil médicos)

Maria Elena Covre, Vinícius Marques, Lucas Israel e Marco Antonio dos Santos
Publicado em 31/05/2022 às 22:38Atualizado em 01/06/2022 às 09:09
Fachada da Unimed Rio Preto (Divulgação)

Fachada da Unimed Rio Preto (Divulgação)

Seção exclusiva para assinantes. Assine para ter acesso ilimitado.

Já sou cadastrado.

Quero ter acesso ilimitado.

COLUNA DO DIÁRIO

Unimed Rio Preto vai discutir criação de Holding, transformação em S/A e Fundo de Investimento

A diretoria está convocando uma reunião com todos os cooperados (cerca de 1,6 mil médicos)

Maria Elena Covre, Vinícius Marques, Lucas Israel e Marco Antonio dos Santos
Publicado em 31/05/2022 às 22:38Atualizado em 01/06/2022 às 09:09

Fachada da Unimed Rio Preto (Divulgação)

Água mole em pedra dura tanto bate até que... "incomoda". A diretoria da Unimed Rio Preto vinha fazendo ouvidos moucos à barulheira provocada em grupos de WhatsApp por médicos cooperados que tentam ganhar musculatura como oposição à atual gestão. Mas a situação mudou.

Em resposta a questões levantadas na última Assembleia Geral Ordinária da entidade, e marteladas nas “rodinhas virtuais”, como a cobrança de ações de enfrentamento à chegada de grandes players nacionais no mercado de saúde privada local, a diretoria está convocando uma reunião com todos os cooperados (cerca de 1,6 mil médicos).

Na pauta que segue com o chamamento, estão temas considerados controversos que começam a ser plantados internamente e que foram revelados em primeira mão por esta Coluna: “possibilidade de criação de uma Holding; transformação da cooperativa em S/A; e criação de um FIP (Fundo de Investimento e Participações)”.

“Temas importantes que poderão ser fundamentais para o futuro da nossa Unimed Rio Preto”, diz o comunicado da reunião, assinado pelo médico José Luis Crivellin, presidente da Unimed Rio Preto. A reunião será no dia 22 de junho, às 19h, no Centro de Convenções da Famerp.

NOTAS

Especialistas

E até como medida para tentar matar no ninho pregações que não se encaixam no modelo de cooperativa da Unimed, a direção do grupo rio-pretense decidiu levar à reunião especialistas “para elucidar as possibilidades de criação dos novos negócios”. “E promover um debate sobre esses direcionamentos estratégicos da nossa Unimed Rio Preto, com objetivo de nos prepararmos frente ao mercado. As constantes mudanças exigem adequações para nos mantermos sólidos e sustentáveis”, completa o texto de Crivellin.

Pegando

Para se ter ideia de como os casos de Covid e gripe começam a demandar os serviços de saúde de Rio Preto também nas redes privadas, na noite desta segunda, 30, o tempo médio de espera para atendimento na Unimed era de 5 horas na ala exclusiva para pacientes com sintomas respiratórios. Mesma média de tempo que esperou quem procurou o serviço do Austa.

Melhor evitar

Mesmo antes de decidir pelo decreto obrigando o uso de máscaras em locais fechados, nesta terça, 31, depois de aconselhado pelo secretário de Saúde, Aldenis Borim, o prefeito Edinho Araújo (MDB) já era visto desde a semana passada usando o equipamento de segurança até mesmo em reuniões com seus assessores diretos.

Multa

Quem também se posicionou diante do aumento da Covid foi o vereador Celso Peixão (MDB), que ocupou a tribuna na sessão da Câmara desta terça, 31, para defender multa aos negacionistas ou faltosos da vacina em R$ 10 mil por dose não tomada. “Vocês sabiam que 80% das pessoas que estão
internadas (com Covid) são as pessoas que não tomaram nem a 1ª dose ainda?”, disse. Resta saber, agora, se o emedebista banca um projeto neste sentido no Legislativo.

Pela escola

O vereador Renato Pupo (MDB) protocolou na Câmara de Rio Preto requerimento contra o projeto do governo federal que autoriza o ensino domiciliar - o homeschooling - no Brasil. A proposta, aprovada na Câmara dos Deputados, seguiu para o Senado. “O afastamento das escolas impede que as crianças e adolescentes tenham contato não só com opiniões diferentes, mas também com colegas de classes sociais, hábitos e culturas variadas, o que fortalece o respeito ao próximo”, afirma o vereador.

Oremos

Inicialmente, alguns padres da Diocese de Rio Preto acharam exagerada a repercussão da expulsão do padre Juliano Osvaldo de Camargo, de Valentim Gentil. Porém, ao conhecerem detalhes das acusações que levaram à condenação do religioso por pornografia infantil, reconheceram que não tinha como passar pano. Concluíram que o melhor é rezar por tempos menos “tumultuados” internamente.

Showman

O promotor Carlos Romani virou atração em eventos públicos, dado o bom humor que anda esbanjando ultimamente. Desta vez, ele decidiu fazer poesia durante entrevista com o comitê municipal de controle de incêndios. “Ontem, na Câmara, foi o fogo que desumaniza”, afirmou, referindo-se às discussões acaloradas na audiência que debateu a criação de cargos em comissão pela Prefeitura de Rio Preto. “E hoje, é o fogo de vida que salva a natureza”, concluiu sobre a técnica de aceiro negro para proteger a Floresta do Noroeste. Quente, não?

HAJA NERVOS Parte do União Brasil, partido com maior tempo de propaganda em rádio e TV, e também com maior fundo eleitoral (quase R$ 1 bilhão), empurrou para cima do telhado o apoio à candidatura do governador Rodrigo Garcia (PSDB) à reeleição. Secretário-geral da executiva estadual do União Brasil, o deputado federal Geninho Zuliani (foto) é um dos políticos mais próximos a Rodrigo. Por várias vezes, ele condicionou sua permanência na legenda, durante a janela de transferência partidária, ao apoio ao tucano. Desde domingo, 29, no entanto, o deputado federal Júnior Bozzella, vice-presidente estadual do União Brasil, lidera as declarações, junto à grande imprensa, de que o apoio a Rodrigo depende da reciprocidade do governador no palanque com Luciano Bivar (União Brasil) à Presidência da República. Bozzella afirmou também que o partido pode lançar Sergio Moro ao Palácio dos Bandeirantes se não ficar com o tucano. Questionado pela Coluna, Geninho tenta encurtar a polêmica: “Minha posição é clara: União Brasil de São Paulo apoia Rodrigo Garcia para governador e Luciano Bivar para presidente”, declarou. (Divulgação/Câmara dos Deputados)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por