SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEGUNDA-FEIRA, 16 DE MAIO DE 2022
COLUNA DO DIÁRIO

Rio Preto recebe R$ 2,3 milhões em emendas parlamentares para investimentos em saúde

Pacote de R$ 2,3 milhões tem origem eclética, mas não inclui os deputados federais mais votados em Rio Preto

Maria Elena Covre com Vinícius Marques
Publicado em 07/05/2022 às 20:20Atualizado em 08/05/2022 às 18:05
Deputada federal Adriana Ventura (Novo), que liberou a maior parte das emendas (Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)

Deputada federal Adriana Ventura (Novo), que liberou a maior parte das emendas (Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)

Seção exclusiva para assinantes. Assine para ter acesso ilimitado.

Já sou cadastrado.

Quero ter acesso ilimitado.

COLUNA DO DIÁRIO

Rio Preto recebe R$ 2,3 milhões em emendas parlamentares para investimentos em saúde

Pacote de R$ 2,3 milhões tem origem eclética, mas não inclui os deputados federais mais votados em Rio Preto

Maria Elena Covre com Vinícius Marques
Publicado em 07/05/2022 às 20:20Atualizado em 08/05/2022 às 18:05

Deputada federal Adriana Ventura (Novo), que liberou a maior parte das emendas (Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados)

O Conselho Municipal da Saúde de Rio Preto, presidido pelo cirurgião dentista Fernando Araújo, se reúne na próxima terça-feira, 10, para uma série de deliberações, entre as quais avalizar o uso que a gestão Edinho Araújo (MDB) pretende dar a uma leva de emendas parlamentares destinadas para o setor da saúde no município.

O pacote conta com oito emendas liberadas, que somam R$ 2,3 milhões. A “origem ideológica” das mesmas é eclética, vai do Novo ao Psol, passando pelo PL e PT, entre outras siglas. Nenhuma, no entanto, tem como signatário nomes que figuram no ranking dos mais votados em Rio Preto nas eleições de 2018. Alguns, inclusive, são totalmente desconhecidos por aqui.

Os recursos foram informados ao conselho pelo secretário de Saúde, Aldenis Borim, que pede a autorização do colegiado para utilizar a verba. Os nomes dos deputados foram divulgados pela assessoria da Prefeitura a pedido da Coluna.

A deputada federal Adriana Ventura (Novo) destinou três emendas para a saúde local: R$ 500 mil para o Hospital Bezerra de Menezes, R$ 200 mil para a Apae e R$ 150 mil para o Instituto Renascer. A deputada federal Luiza Erundina (Psol) encaminhou R$ 640,5 mil, que serão destinados para a Santa Casa. Do deputado federal Vinicius Poit (Novo), pré-candidato ao governo de São Paulo, foi liberada emenda de R$ 120 mil para a Secretaria de Saúde.

Já o deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PL) liberou emenda de R$ 317,1 mil para custeio da pasta da Saúde. Capitão Derrite (PL) destinou R$ 300 mil para a Santa Casa. E o deputado federal Rui Falcão (PT) destinou R$ 150 mil também para o custeio da saúde.

NOTAS

Só lembrando

A título de curiosidade: entre os deputados federais eleitos em 2018, os três com maior votação em Rio Preto foram Eduardo Bolsonaro (PL) com 20.366 votos, Joice Hasselmann (PSDB) com 17.699 e Luiz Carlos Motta (PL) com 5.874.

Mitose 1

Tudo indica que o Sindicato dos Servidores Municipais de Rio Preto, território dominado pelos petistas há décadas, vai perder mais um naco de sua representatividade. Assim como ocorreu com os professores, agora ligados à Atem (sindicato dos trabalhadores do ensino municipal), os integrantes da Guarda Civil Municipal, cerca de 360 agentes, devem bater em retirada.

Mitose 2

Uma Comissão Pró-Fundação do Sindicato dos Guardas Municipais de São José do Rio Preto publicou, no último dia 3 de maio, edital de convocação para tratar da criação da entidade. O evento está marcado para o dia 28 deste mês. Tendo em vista que a formação da Atem foi parar na Justiça, dada a resistência do Sindicato dos Servidores, o processo agora não deverá ser mais suave.

Sem chance

O Tribunal de Justiça rejeitou novo recurso do ex-vereador José Carlos Marinho por gastos considerados irregulares no período que ele foi secretário municipal de Esportes, no governo Valdomiro Lopes (PSB). A decisão que prevê ressarcimento de R$ 20,6 mil aos cofres públicos, perda de função pública e suspensão dos direitos políticos foi mantida pelo tribunal.

Funfarme 1

O governo federal liberou R$ 1,7 milhão para a Fundação Faculdade Regional de Medicina de São José do Rio Preto (Funfarme) para a execução de projeto de “reabilitação profissional e emprego apoiado para pessoas com deficiência atendidas pelo SUS”.

Funfarme 2

O repasse será para a Rede de Reabilitação Lucy Montoro. O termo de compromisso, publicado nesta sexta, 6, no Diário Oficial da União, para viabilizar o projeto foi assinado pelo secretário-executivo adjunto do Ministério da Saúde, Marcus Vinicius Fernandes Dias, e o diretor-executivo da fundação, Jorge Fares.

Rolê

O candidato ao governo de São Paulo pelo PT, Fernando Haddad, que volta à região na próxima semana, decidiu esticar de um para três dias a permanência por estas bandas. O petista vai desembarcar no próximo dia 12 de maio em Santa Fé do Sul e fazer escala por vários municípios até completar o rolê em Mirassol no dia 14.

No forno

A equipe jurídica da Prefeitura de Rio Preto anda focadíssima na elaboração de projeto de lei que regulariza cargos de livre nomeação (comissionados) e aqueles ocupados por servidores concursados, mas com direito a gratificações. O município tem até o dia 16 de junho para adequar a legislação, exigência do Tribunal de Justiça, que extinguiu 200 postos sem concurso e acabou com os “pagamentos extras”. Antes do prazo limite dado pelo TJ, a proposta de ajuste tem de passar pela Câmara.

SABE COMO É… A relação entre os médicos Eleuses Paiva, deputado federal recém-empossado, e Nadim Cury (foto), provedor da Santa Casa, anda estremecida. Mais que aliados políticos, o ex-vice-prefeito de Rio Preto e o diretor do Clube Monte Líbano estabeleceram parcerias profissionais por muito tempo. Acontece que Eleuses tentou repactuar o apoio de outrora com Nadim para sua campanha à reeleição à Câmara Federal. Este, segundo apurou a Coluna, disse que, no meio tempo em que o deputado ficou sem cargo, precisou da ajuda de outros políticos, aos quais teria, agora, de retribuir. Não disse o nome, mas tudo sugere que um deles seja o deputado federal Geninho Zuliani (União Brasil), na casa de quem o provedor da Santa Casa churrasqueou com o governador Rodrigo Garcia (PSDB) na semana passada. Já, para a Assembleia Legislativa, o apoio de Nadim, que sempre foi fiel a Vaz de Lima (PSDB), agora migrou para Carlão Pignatari (PSDB). (Divulgação)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por