SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 14 DE AGOSTO DE 2022
COLUNA DO DIÁRIO

PL congestiona região com candidatos a deputado federal para ampliar apoio a Bolsonaro

Novo partido de Bolsonaro já soma, apenas na região de Rio Preto, três nomes na disputa até o momento

Maria Elena Covre com Vinícius Marques e Marco Antonio dos Santos
Publicado em 29/07/2022 às 23:43Atualizado em 30/07/2022 às 07:38
Gilmar Gimenes: ex-deputado estadual e ex-tucano vai disputar Câmara Federal pelo PL (Divulgação)

Gilmar Gimenes: ex-deputado estadual e ex-tucano vai disputar Câmara Federal pelo PL (Divulgação)

Seção exclusiva para assinantes. Assine para ter acesso ilimitado.

Já sou cadastrado.

Quero ter acesso ilimitado.

COLUNA DO DIÁRIO

PL congestiona região com candidatos a deputado federal para ampliar apoio a Bolsonaro

Novo partido de Bolsonaro já soma, apenas na região de Rio Preto, três nomes na disputa até o momento

Maria Elena Covre com Vinícius Marques e Marco Antonio dos Santos
Publicado em 29/07/2022 às 23:43Atualizado em 30/07/2022 às 07:38

Gilmar Gimenes: ex-deputado estadual e ex-tucano vai disputar Câmara Federal pelo PL (Divulgação)

Com a estratégia de abrir o maior número possível de palanques para a campanha à reeleição do presidente Jair Bolsonaro, o cacique nacional do PL, Valdemar Costa Neto, abriu as portas da legenda na região de Rio Preto para aspirantes a uma cadeira na Câmara Federal.

Com isso, o novo partido do clã Bolsonaro já soma apenas por estas bandas três nomes na disputa até o momento, além de um processo de convencimento em curso para a oficialização de uma quarta candidatura.

Além do deputado federal Luiz Carlos Motta, que é de Rio Preto e disputa a reeleição, os outros dois candidatos fechados também são veteranos políticos: o ex-prefeito de Votuporanga e ex-deputado federal João Dado, que já integrou as hostes da esquerda pedetista quando chegou a Brasília mais de duas décadas atrás, e o ex-deputado estadual tucano Gilmar Gimenes, de Fernandópolis.

A outra candidatura à Câmara Federal em gestação na região pelo PL, mas ainda não anunciada oficialmente, é a do médico de Catanduva Roberto Cacciari Filho. Consta que o médico e deputado federal Eleuses Paiva (PSD), que desistiu de brigar pela reeleição, teria entrado em cena para ajudar a convencê-lo.

NOTAS

Costuras 1

O médico Roberto Cacciari Filho (PL) até chegou a ensaiar uma pré-candidatura a deputado estadual numa costura de Fábio Marcondes (PL), que o queria dobrando com Motta. Mas o catanduvense foi convencido pela cúpula nacional do partido a desistir.

Costuras 2

Isso para que o PL pudesse atender à condição do coronel Fábio Cândido, de Rio Preto, para se lançar à Assembleia Legislativa. O ex-comandante do CPI-5 disse que só aceitaria se fosse o único nome nesta posição nas 97 cidades em que comandou a PM nos últimos dois anos.

Data-toalha

Em pouco mais de dois dias, o comerciante que apostou na venda de toalhas de banho com fotos gigantes de Bolsonaro (PL) e Lula (PT) no Shopping Azul de Rio Preto já comemora o retorno do investimento. Ele segue irredutível na decisão de não revelar qual dos dois presidenciáveis tem a preferência de seus clientes, mas informou que já havia desovado mais de 50 unidades no curto período. Os homens são maioria entre os compradores.

Passarela

Por falar em Shopping Azul, o local virou agenda obrigatória de candidatos em busca de “cheiro do povo”. Passaram por lá nos últimos dias, por exemplo, o ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB) e a Coronel Helena (Republicanos). Ambos candidatos a deputado estadual.

Segue a guerra 1

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou mais um recurso feito pela diretoria do Rio Preto Esporte Clube no processo que busca invalidar as eleições do Conselho Deliberativo de 2018, pleito que provocou uma “guerra interna” entre os associados ao abrir caminho para a permanência de José Eduardo Rodrigues na presidência do Jacaré. Foi mais uma intenção do grupo que comanda o time de colocar fim na contestação judicial.

Segue a guerra 2

A ação dos opositores de Rodrigues conta com assinatura de figurões das áreas empresarial e política, como o presidente da Acirp, Kelvin Kaiser, o secretário de Esportes, Fábio Marcondes, e o deputado estadual Itamar Borges (MDB). Segundo o desembargador Luiz Antônio de Godoy, o recurso da diretoria do Jacaré no TJ-SP é inválido, porque o órgão não é a via correta e também porque não foi "configurada situação de urgência”. A ação-base de toda pendenga ainda tramita na 6ª Vara Cível de Rio Preto.

Sindicância

A Prefeitura de Rio Preto abriu sindicância para apurar a conduta de um guarda municipal por postagens em redes sociais com críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PL). A comissão irá apurar “suposto desvio de conduta do servidor público municipal”. A apuração preliminar sobre o caso foi aberta a partir de reclamação que chegou a Ouvidoria da Guarda Municipal. A corporação é vinculada à Secretaria de Trânsito e Segurança, comandada por Amaury Hernandes.

OPERAÇÃO ESQUENTA

Guilherme Boulos (Psol), na foto, desembarca em Rio Preto na próxima quinta-feira, 4, como candidato a deputado federal e também no papel de coordenador estadual da campanha de Lula (PT) à Presidência da República. Diferentemente da visita de um ano atrás à cidade, quando vestiu o figurino de précandidato a governador e dedicou-se a encontros com empresários na Acirp e representantes da Igreja Católica, à época o bispo dom Tomé, o líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) quer, agora, falar às bases. A agenda prevê almoço na cozinha solidária mantida por movimentos de esquerda, reunião com apoiadores de sua candidatura e plenária com objetivo de esquentar a “militância pró-Lula”. Bem na linha “de companheiro para companheiro”.

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por