SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 05 DE DEZEMBRO DE 2021
COLUNA DO DIÁRIO

Filiação de Bolsonaro ao PL tem impacto direto na corrida eleitoral em São Paulo

Bolsonaro quer palanque em São Paulo, onde está o maior colégio eleitoral do País

Vinícius Marques e Francela Pinheiro
Publicado em 24/11/2021 às 23:03Atualizado em 25/11/2021 às 08:37
Ministro Tarcísio Freitas é o nome preferido de Bolsonaro para ser candidato em SP, onde o PL já tinha declarado apoio a Rodrigo Garcia (Divulgação/Agência Brasil)

Ministro Tarcísio Freitas é o nome preferido de Bolsonaro para ser candidato em SP, onde o PL já tinha declarado apoio a Rodrigo Garcia (Divulgação/Agência Brasil)

Seção exclusiva para assinantes. Assine para ter acesso ilimitado.

Já sou cadastrado.

Quero ter acesso ilimitado.

COLUNA DO DIÁRIO

Filiação de Bolsonaro ao PL tem impacto direto na corrida eleitoral em São Paulo

Bolsonaro quer palanque em São Paulo, onde está o maior colégio eleitoral do País

Vinícius Marques e Francela Pinheiro
Publicado em 24/11/2021 às 23:03Atualizado em 25/11/2021 às 08:37

Ministro Tarcísio Freitas é o nome preferido de Bolsonaro para ser candidato em SP, onde o PL já tinha declarado apoio a Rodrigo Garcia (Divulgação/Agência Brasil)

O presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, marcou para terça-feira, 30, a filiação de Jair Bolsonaro (sem partido) à legenda pela qual o presidente da República vai tentar a reeleição. A ida de Bolsonaro ao PL estava marcada para o último dia 22, mas foi adiada por impasses, principalmente sobre acordos prévios da legenda em São Paulo. Isso porque, em São Paulo, o partido apoia a pré-candidatura do vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) ao governo paulista em 2022, além de pertencer à base do governo de João Doria (PSDB), desafeto de Bolsonaro. Esse apoio, porém, parece ter ido água abaixo.

Bolsonaro quer palanque em São Paulo, onde está o maior colégio eleitoral do País. No Estado, o presidente pretende lançar o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes. Integrantes do PL em Rio Preto, como o secretário de Esportes, Fábio Marcondes, e o deputado federal Luiz Carlos Motta, não comentaram a reviravolta.

Tucanos da cidade dizem que o cenário ainda precisa ser “melhor esclarecido”. “É nítido que há simpatia de integrantes do PL com a candidatura de Rodrigo Garcia. Acho que o cenário ainda está obscuro”, afirmou o presidente municipal do PSDB, Manoel de Jesus Gonçalves.

NOTAS

Mais um

O prefeito de Cedral, Paulo Ricardo Beolchi de Lucas, o Janjão, do Cidadania, entrou na Justiça de Rio Preto com pedido de extinção de ação contra ele por suposto fracionamento irregular de licitação na manutenção da frota de veículos oficiais do município. O pedido é embasado pelas alterações na Lei de Improbidade Administrativa. A defesa do prefeito afirma, no processo, que a nova lei exige a comprovação de conduta “obrigatoriamente” dolosa, com “efetivo e comprovado” prejuízo ao erário. O Ministério Público é contra a extinção do processo. A decisão será da Justiça.

Piorou

O novo aplicativo testado pela cúpula do PSDB para finalizar as prévias para a escolha do candidato do partido à Presidência da República também apresentou problemas. Integrantes da sigla em Rio Preto afirmaram, em grupos de WhatsApp, que a situação só piora a imagem da legenda, já desgastada pela batalha entre os pré-presidenciáveis João Doria, governador de São Paulo, e Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul.

Mistérios

Se a Câmara de Rio Preto fizesse a votação de honrarias de modo aberto, a população teria condições de ver cenas inusitadas. Isso porque algumas das homenagens propostas provocam discussões acaloradas entre os parlamentares, mesmo sendo aprovadas depois. Mas como a Câmara adota o segredinho nas sessões do tipo, o teor exato das conversas e votos só virá a público se o projeto que acaba com as sessões secretas for aprovado no mérito, algo tido como difícil de ocorrer.

No muro

O vereador Celso Peixão (MDB) disse que criticou a realização do Carnaval no Brasil em 2022 porque se preocupa com o aumento de casos e mortes de Covid-19 na Europa, principalmente no leste europeu. O vereador falou sobre a polêmica durante a última sessão da Câmara. Segundo Peixão, turistas de outros países podem contribuir com o avanço da pandemia no País. Já sobre a decisão do prefeito Edinho Araújo (MDB) de cancelar a festividade na cidade, o vereador ficou em cima do muro. “Foi uma decisão dele (Edinho). Prefiro não opinar”, disse Peixão nesta quarta, 24.

Museu

A Prefeitura de Rio Preto irá fazer nesta sexta-feira, 26, uma avaliação do acervo de trens herdados pelo município para a criação do projeto do museu ferroviário. Segundo o comunicado, três vagões doados pelo governo federal à Prefeitura podem ser expostos. Os equipamentos estão em pátio da Rumo, que opera a ferrovia, no bairro Gonzaga de Campos. Os vagões foram doados em 2019. A União já cobrou o município sobre a destinação dos vagões.

CURTAS

Ainda é cedo - Enquanto prefeituras de todo Estado cancelam carnavais, o coordenador do comitê estadual de medidas contra a Covid-19, médico Paulo Menezes, disse nesta quarta-feira, 24, que “ainda é cedo” para se pensar sobre as festividades. O governo estadual deixou para os prefeitos se posicionarem sobre a folia.

 Encontro - A reunião de políticos no Conexidades, evento realizado em Olímpia que vai até sábado, 27, continua a receber políticos para palestras sobre desenvolvimento econômico. Nesta quinta, 25, o secretário de Agricultura, Itamar Borges, participa de debate sobre o agronegócio. Na sexta, 26, o ex-presidente Michel Temer participa ao lado do prefeito Edinho Araújo.

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por