SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEGUNDA-FEIRA, 16 DE MAIO DE 2022
COLUNA DO DIÁRIO

Ao substituir técnico na Agricultura, Itamar Borges mostra poder de fogo da pasta para política

O emedebista estará no palanque do governador Rodrigo Garcia nesta segunda-feira, 2, em Rio Preto

Maria Elena Covre com Vinícius Marques
Publicado em 30/04/2022 às 19:54Atualizado em 01/05/2022 às 12:34
Itamar Borges (Guilherme Baffi 4/2/2022)

Itamar Borges (Guilherme Baffi 4/2/2022)

Itamar Borges (MDB) mostrou a diferença quando um político substitui um técnico numa pasta com poder de fogo para ganhar apoiadores em ano eleitoral, para o bem ou para o mal.

O emedebista estará no “palanque” do governador Rodrigo Garcia (PSDB) nesta segunda-feira, 2, na Swift, na pele de deputado estadual. Mas tem todas as digitais dele como secretário de Agricultura em boa parte do “circo” que já está armado no local, às margens da movimentada Represa Municipal.

Naquilo que compete à secretaria que foi comandada pelo emedebista até o último dia de abril, estão sendo expostos cerca de 100 kits patrulha, o que inclui tratores mais implementos, para serem distribuídos a prefeitos da região.

Como numa feira capaz de fazer brilhar os olhinhos de um simples homem do campo, aquele que pega na enxada, é possível apreciar no local retroescavadeiras, caminhões-pipa, caminhões basculantes e motoniveladoras.

O show do governo estadual, que na versão “Governo na Área” escalou a casa dos bilhões em anúncios de investimentos, assinaturas de convênios e entrega de “mimos” a prefeitos, é um esforço concentrado em busca de visibilidade para Rodrigo Garcia, candidato à reeleição.

Político veterano, Itamar fez a política do trator para fisgar políticos num setor cujos protagonistas mais estrelados, ou seja, os empresários do agropop, têm uma queda pelo bolsonarismo e seus representantes.

NOTAS

Na área

Se Itamar vai ter de se contorcer um pouco para que os méritos do circo que ajudou a armar na Swift caiam no colo dele nos discursos de amanhã, seu ex-assessor e parceiro eleitoral Edinho Filho (MDB), pré-candidatíssimo a deputado federal, terá mais liberdade para faturar. Isso porque o filho de Edinho Araújo (MDB) ainda segue na Secretaria de Agricultura. No caso dele, a legislação eleitoral exige a desincompatibilização um pouco mais tarde.

Chega disso

Em entrevista exclusiva ao Diário, publicada na página 4A deste domingo, o governador Rodrigo Garcia (PSDB) mostrou que não pretende amplificar a barulheira em torno da destituição do coronel Fábio Rogério Cândido do comando da Polícia Militar na região. Questionado sobre o que o levou a defenestrar um oficial de ponta que chegou a ser cogitado para posto superior antes de cair em desgraça, o tucano foi seco: “Especulações”, respondeu. Diante da insistência do repórter sobre o assunto, mostrou-se visivelmente irritado e solicitou a próxima pergunta.

Lixo 1

O promotor Sérgio Clementino encaminhou à Prefeitura de Rio Preto pedido de esclarecimentos sobre mudanças na coleta de lixo, que deixou de ser diária em dezenas de bairros. A empresa que faz o serviço, a Constroeste, também foi notificada para se justificar no prazo de 15 dias.

Lixo 2

Clementino, no entanto, foi além. Ele quer saber o motivo da alteração e já cobrou informações sobre as “providências” adotadas pelo município com relação à queixa, inclusive de acúmulo de lixo em frente a residências por conta de mudança, além de frequência dos horários da coleta. A notificação foi encaminhada diretamente ao prefeito Edinho Araújo (MDB).

Na marra

A Câmara vota na próxima terça, 3, projeto de Renato Pupo (PSDB) que obriga o comparecimento, quando convidados, de secretários municipais a reuniões das comissões permanentes do Legislativo. Os vereadores da base costumam rejeitar em plenário qualquer requerimento de convocação para secretários falarem sobre problemas variados. Daí que a saída tem sido o tal convite por meio das comissões, mas estes nem sempre são aceitos. A tal convocação parece ofender o primeiro escalão do Executivo, o que sinaliza que o projeto do vereador-delegado será rejeitado.

Passarela

O ex-galã global e atual deputado federal Alexandre Frota (PSDB), que vai estar no “Governo na Área” de Rodrigo Garcia (PSDB) nesta segunda-feira, 2, também vai marcar presença no Hospital de Base de Rio Preto, passarela quase obrigatória de políticos que visitam a cidade. No rastro do tsunami bolsonarista de 2018, o fortão, ex-aliado do presidente Jair Bolsonaro, arrebatou 1.684 votos por aqui naquele ano. Pouco provável que repita a façanha.

Não larga o osso

Não se trata de algo recente. Mas vem se intensificando a pressão para que o prefeito de Mirassol, Edson Ermenegildo (PSDB), libere o posto de principal cartola do Mirassol Futebol Clube. Até seus aliados de longa data já começam achar exagerado o tucano querer fincar os pés em dois dos mais cobiçados espaços na cidade: a prefeitura e a presidência do Leão.

DONOS DO PEDAÇO Enquanto a esquerda de Rio Preto pegou a estrada para engrossar a manifestação do 1º de Maio, Dia do Trabalho, em São Paulo, com previsão de participação do ex-presidente Lula (PT), o espaço local será dominado pelos bolsonaristas. Um grupo formado por empresários e militantes do bolsonarismo convocou ato que se concentrará pela manhã no estacionamento do Centro Regional de Eventos. Entre os organizadores estão Danila Azevedo, Tuca Vetorazzo, Denilson Marzocchi, Olavo Tarraf, Mazza Lima, Manuel Carlos Torres, Daniele Ramadan, Sandra Canizza, Melina Cranchi, Aryane Prado e Cristina Murad. Na pauta dos manifestantes são citadas “a defesa da liberdade, o apoio ao presidente Jair Bolsonaro e repúdio a todos que agiram contra o deputado federal Daniel Silveira”. “Nosso capitão pediu e vamos mostrar que estamos do lado dele”, disse Danila à Coluna. (Divulgação)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por