SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 16 DE JANEIRO DE 2022
ECONOMIZE

Preço do açúcar chega a R$ 5,39 em Rio Preto

Confira pesquisa de preços em dez supermercados e economize

Da Redação
Publicado em 02/12/2021 às 22:40Atualizado em 03/12/2021 às 09:04
Preço do açúcar está mais 'salgado' em Rio Preto (Marcos Santos/USP Imagens)

Preço do açúcar está mais 'salgado' em Rio Preto (Marcos Santos/USP Imagens)

Seção exclusiva para assinantes. Assine para ter acesso ilimitado.

Já sou cadastrado.

Quero ter acesso ilimitado.

ECONOMIZE

Preço do açúcar chega a R$ 5,39 em Rio Preto

Confira pesquisa de preços em dez supermercados e economize

Da Redação
Publicado em 02/12/2021 às 22:40Atualizado em 03/12/2021 às 09:04

Preço do açúcar está mais 'salgado' em Rio Preto (Marcos Santos/USP Imagens)

Quando um produto fica mais caro, o consumidor tem que se reinventar: comprar de outra marca ou optar por outro item que substitua aquele no dia a dia. Em meio a tantos aumentos de preço, os produtos básicos também são atingidos - e a vítima da vez é o açúcar refinado, que nos últimos 12 meses ficou 49,7% mais caro, segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) relativos ao mês de outubro.

Somente no último mês o item ficou 7,67% mais caro e os reflexos já são vistos nos supermercados de Rio Preto. Em pesquisa publicada pelo Diário no dia 8 de outubro o pacote de um quilo do açúcar refinado ainda era vendido pelo maior preço de R$ 4,79. Nesta semana, o produto foi encontrado por R$ 5,39, um aumento de R$ 0,60. Também houve aumento no menor preço do pacote, que passou de R$ 3,79 para R$ 3,99 no mesmo período, um acréscimo de R$ 0,20.

O economista Bruno Sbrogio explica que o custo de produção da transformação da cana de açúcar foi um dos principais fatores para os aumentos de preço do produto. “A cadeia de produção ficou mais cara devido a aumentos nos preços da energia elétrica e da água, então é natural que aconteça esse feito cascata até chegar no produto final”.

Apesar de o Brasil produzir a maior parte do açúcar consumido, o mercado internacional e o dólar ajudaram a influenciar o preço do produto para o brasileiro. “Existe uma pressão internacional do mercado para equiparar os preços”.

O açúcar cristalizado também teve aumentos nos últimos 12 meses: um total de 43%. Segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq), o preço médio do saco de 50 quilos do açúcar cristal atualmente é vendido pelas usinas por R$ 154,79. Em novembro de 2020 o produto ainda era vendido por R$ 106,29, um aumento de R$ 48,50.

Em Rio Preto, o pacote de cinco quilos do açúcar cristal foi encontrado nesta semana por R$ 16,95 no menor preço e no maior por R$ 19,69, uma diferença de R$ 2,74.

A radiologista Inaê Marcolino de Oliveira Lima faz pesquisa de preço para economizar na hora de fazer as compras. “Vou ao mercado nos dias de promoção, como de feirinhas ou de açougue, e comparo os preços de várias redes. Busco sempre o que estiver mais em conta”.

Inaê Marcolino Lima faz pesquisa de preço para economizar (Arquivo pessoal)

Pesquisa

Em pesquisa publicada pelo Diário nesta sexta-feira, 3, foram cotados os preços de 104 produtos em dez supermercados de Rio Preto. A variação total foi de R$ 317,13. (colaborou Lucas Amancio)

Clique aqui para ver tabela de preços de cesta básica

Clique aqui para ver tabela de preços de produtos de supermercados e atacarejos

Como se organizar para quitar o financiamento de imóvel

O financiamento de imóveis é uma ótima saída para quem busca o sonho da casa própria, mas não tem dinheiro para comprar o bem à vista. Se de um lado a opção é uma boa saída, por outro ela gera uma dívida para a vida toda. Pensando nisso, o economista Leonardo Menezes separou algumas dicas de como se organizar para quitar um financiamento de imóvel.

Para diminuir o tamanho da dívida, uma alternativa é pagar duas parcelas por mês – a do mês e uma do final do contrato. Como a maioria dos imóveis é financiada pelo Sistema de Amortização Constante (SAC), em que a parcela começa mais alta e vai diminuindo ao longo do tempo, conforme for amortizando o saldo devedor, menor será o valor dos juros a pagar. Assim será possível diminuir o prazo, pois os juros são cobrados sobre o saldo devedor.

Refinanciar um imóvel é uma boa opção, pois dependendo da negociação será possível obter uma menor taxa de juros e ainda reduzir o valor das parcelas, o que poderá dar um alívio no desembolso mensal. É importante ficar atento que no refinanciamento, o imóvel se torna propriedade do banco até a quitação, o que torna mais fácil para o banco tomar a casa caso a parcela atrase mais de 90 dias.

Para evitar a perda do imóvel, é importante seguir os cinco passos para um bom orçamento doméstico:

  • Organizar suas contas e ter o controle dos gastos
  • Conhecer o valor total das dívidas
  • Definir uma meta mensal de economia para toda família
  • Negociar com os credores e trocar dívidas caras por mais baratas
  • Estudar sobre educação financeira

Quem ainda não fez um financiamento, mas pensa na possibilidade, deve ficar atento a alguns fatores:

  • Verifique a situação financeira e responda: as parcelas irão caber no orçamento?
  • Importante avaliar se a construtora possui processo na Justiça
  • Documente que após pagar todas as parcelas, o banco irá quitar o imóvel e entregar o registro no nome do comprador
  • Procure a assessoria de um advogado antes de assinar o contrato

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por