SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | QUARTA-FEIRA, 06 DE JULHO DE 2022
COLUNA DO DIÁRIO

Assinando João, ex-governador volta a movimentar grupo de Whats em que fala de suas realizações

Grupo de WhatsApp acordou da hibernação com uma divulgação de cinco ações ambientais adotadas pelo governo paulista durante a gestão de Doria

Maria Elena Covre, Vinícius Marques e Marco Antonio dos Santos
Publicado em 07/06/2022 às 00:11Atualizado em 07/06/2022 às 08:57
Governador do Estado de São Paulo, João Doria (Divulgação/Governo SP)

Governador do Estado de São Paulo, João Doria (Divulgação/Governo SP)

Seção exclusiva para assinantes. Assine para ter acesso ilimitado.

Já sou cadastrado.

Quero ter acesso ilimitado.

COLUNA DO DIÁRIO

Assinando João, ex-governador volta a movimentar grupo de Whats em que fala de suas realizações

Grupo de WhatsApp acordou da hibernação com uma divulgação de cinco ações ambientais adotadas pelo governo paulista durante a gestão de Doria

Maria Elena Covre, Vinícius Marques e Marco Antonio dos Santos
Publicado em 07/06/2022 às 00:11Atualizado em 07/06/2022 às 08:57

Governador do Estado de São Paulo, João Doria (Divulgação/Governo SP)

Depois de colocar um pulgueiro inteiro atrás da orelha de tucanos que preferem vê-lo longe das urnas neste ano, ao marcar um pronunciamento no próximo dia 13 de junho para anunciar o que fará de sua vida pública, o ex-governador João Doria (PSDB) também voltou a movimentar, neste domingo, 5, o grupo de WhatsApp que reúne 245 jornalistas do interior do Estado.

A ferramenta de comunicação com a imprensa foi freneticamente usada por assessores para informar as ações de Doria no governo do Estado e, posteriormente, as movimentações de sua pré-candidatura presidencial. Depois que o tucano jogou a toalha na briga pelo Planalto, em 23 de maio, o grupo havia caído no ostracismo.

Eis que, em meio ao retorno pós-férias cheio de suspense, o grupo de WhatsApp acordou da hibernação com uma divulgação de cinco ações ambientais adotadas pelo governo paulista durante a gestão de Doria. Com um detalhe, o material traz a assinatura que o tucano tinha adotado para a disputa presidencial: João.

A volta de Doria, ou João, ocupando os espaços para divulgar as ações do governo paulista, é tudo que o núcleo pensante do agora governador Rodrigo Garcia (PSDB) não quer. Isso porque, ao usar os feitos da gestão para encher suas próprias garrafas, Doria deixa o sucessor sem ter o que vender na disputa pela reeleição, entre outros encolhimentos de territórios que possam ocorrer se o ex-governador voltar “virado no Jiraya” (expressão usada pela geração gamer quando uma pessoa está ‘fora de si’ ou ‘sedenta de vingança’).

NOTAS

Livre e leve

O vereador e jornalista Robson Ricci, que deixou a Record depois de 17 anos, o que coincidiu com o distanciamento dele do comando do Republicanos em Rio Preto, está de emprego novo. Ricci assumiu uma atração matinal diária na rádio Massa FM, do clã do apresentador Ratinho. Pelo jeito, quando o parlamentar disse que deixou o braço televisivo da holding de Edir Macedo (que inclui ainda o Republicanos e a Igreja Universal) para “tomar as rédeas de seu mandato”, ele se referia mais à necessidade de “liberdade política” do que “tempo na agenda”. À Coluna, o parlamentar disse que está “muito feliz com o novo desafio”.

Ligadão

O pessoal que responde diretamente ao prefeito Edinho Araújo (MDB), forçado a ficar em casa pela Covid-19, diz que o “chefe” anda dando trabalho (literalmente) como nunca. Com mais tempo para cobranças e encaminhamentos, uma vez que não tem participado de eventos e solenidades, o emedebista dobrou a frequência de mensagens via WhatsApp. Tem secretário que não desliga o celular nem para dormir.

Cara amarrada 1

Por falar em Edinho, a quarentena deve ajudar na relação com alguns vereadores que andam “emburrados” com ele. O estranhamento começou em evento na semana passada, quando o emedebista recebeu representantes da Rumo para falar do contorno ferroviário. Considerada bom palanque para os nobres edis, a atividade atraiu sete parlamentares, que deixaram o local frustradíssimos.

Cara amarrada 2

Isso porque Edinho, ao sair para atender a imprensa com o vice-presidente da
concessionária, desmobilizou o público justamente quando os vereadores discursariam. Resultado: ninguém quis falar. O troco foi dado na sexta, 3, quando o pessoal do Legislativo boicotou em peso o ato de assinatura da reforma da Rodoviária.

Porteira fechada

Presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo e candidato à reeleição, o deputado estadual Carlão Pignatari (PSDB) defendeu nesta segunda, 6, o voto em candidatos da região. Lembrou que a cidade perdeu três “importantes representantes” na Casa – citando nominalmente Orlando Bolçone (União Brasil), João Paulo Rillo (Psol) e Vaz de Lima (PSDB) – em 2018, ao despejar votação maciça em políticos sem ligação com o município, caso de Janaina Paschoal (PRTB), que teve quase 30 mil votos por aqui.

Em nome do pai

Jair Renan, o filho presidencial 04, voltou a se movimentar nas altas rodas de Rio Preto. No domingo, 5, foi recebido na casa do empresário bolsonarista Waldir Faria Júnior, no Quinta do Golfe. Nesta segunda, 6, o rebento do presidente Jair Bolsonaro (PL) se deixou fotografar ao lado do vereador tucano Bruno Moura e do empresário Rodrigo Lukas. Enquanto ganha uns trocos como influencer digital, o rapaz dá aquela forcinha básica à reeleição do paizão.

Trânsito

A Prefeitura de Rio Preto já recebeu o estudo para o novo modelo de transporte coletivo na cidade, que irá priorizar as linhas interbairros. O projeto também prevê construção de novos miniterminais, como no bairro Jaguaré. A proposta, ainda mantida a sete chaves pelo secretário de Trânsito, Amaury Hernandes, deve ser divulgada nos próximos dias.

RAINHA DAS CONEXÕES Se deixaram Votuporanga um tanto estremecidos com o grupo do prefeito Jorge Seba (PSDB), os organizadores do OBA Festival, que terá sua estreia em fevereiro de 2023 em Rio Preto, trataram de garantir boas relações políticas por aqui, a exemplo das que tiveram nos anos de “lua de mel” na cidade de origem. Elaine Madalhano e Adriano Nunes, da Comunic, é que vão responder pela comunicação do evento, que será de 18 a 21 de fevereiro. Responsável pelas contas dos deputados federais Geninho Zuliani (União Brasil) e Luiz Carlos Motta (PL), o casal Comunic também tem trânsito livre na Prefeitura de Rio Preto, uma vez que respondeu pelas duas últimas eleições de Edinho Araújo (MDB). Além do mais, Madalhano tem talento para conectar os interesses de um cliente aos de outro (tipo Motta e o empresário Ed Carlos). No olho do furacão dos shows milionários pagos com dinheiro de prefeituras, o sertanejo Gusttavo Lima está confirmadíssimo, assim como Ivete Sangalo. As demais atrações serão, estrategicamente, anunciadas a conta-gotas. Um dos maiores eventos do interior paulista, o OBA quer virar grife nacional, diz Madalhano (na foto com os realizadores do OBA). (Divulgação 6/6/2022)

 
Grupo Diário da Região.© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por