Parrerito, do Trio Parada Dura, morre aos 67 anos

LUTO

Parrerito, do Trio Parada Dura, morre aos 67 anos

Voz principal do grupo faleceu neste domingo, 13, após complicações causadas pela Covid-19


O cantor Parrerito, do Trio Parada Dura, morreu em decorrência da Covid-19
O cantor Parrerito, do Trio Parada Dura, morreu em decorrência da Covid-19 - Divulgação

O cantor Eduardo Borges, mais conhecido como Parrerito, do Trio Parada Dura, morreu aos 67 anos neste domingo, 13, após complicações causadas pela Covid-19. O anúncio da morte foi feito pela equipe do grupo sertanejo formado ainda por Creone, o mais velho integrante, e o sanfoneiro Carlos Resende, o Xonadão.

Irmão do falecido Barrerito, Parrerito foi diagnosticado com a Covid-19 no dia 29 de agosto e internado no Hospital Unimed, em Belo Horizonte, em Minas Gerais. No dia 31, após uma piora, ele foi levado à UTI (Unidade de Terapia Intensiva), em estado grave. Diabético, ele não resistiu às complicações da doença. O cantor não foi velado. Para prestar a última homenagem ao cantor, foi feito um pequeno cortejo em Contagem, em Minas Gerais. O corpo foi sepultado no cemitério Parque Renascer.

Por meio de um comunicado publicado nas redes sociais, os familiares e a equipe Trio Parada Dura agradeceram todas as correntes de orações e fé formadas enquanto Parrerito estava internado. Segundo o texto, as manifestações mostraram o quanto ele era tão querido e estimado por todos.

"Igual a andorinha, Parrerito parte voando e deixa um Brasil inteiro já com saudade de sua voz que por quase quatro décadas marcou gerações no Trio Parada Dura. Ficará para sempre em nossos corações e na memória da música sertaneja. Parrerito deixa mulher, filhas e netas que eram sua grande paixão. Vai com Deus, Parrerito! Sentiremos muito sua falta", foi escrito em um trecho do comunicado.