Quarteto de cordas de Rio Preto inicia série de concertos virtuais

MÚSICA

Quarteto de cordas de Rio Preto inicia série de concertos virtuais

Projeto 'Aipê' é o terceiro a ser contemplado no Prêmio Nelson Seixas


O Quarteto Rio-pretense conta com seis anos de trajetória
O Quarteto Rio-pretense conta com seis anos de trajetória - André Barrenha/Divulgação

Formado pelos instrumentistas Camila Schneck (1⁰ violino), Adrean Vieira (2⁰ violino), Adriano Reis (viola) e Walisson Cruz (violoncelo), o Quarteto Rio-pretense inicia neste domingo, 13, a programação do projeto "Aipê", concerto pautado pela mescla de estilos e pela democratização da música clássica. As ações ocorreriam de forma presencial, mas precisaram ser adaptadas para o ambiente virtual com a chegada da pandemia da covid-19.

Até o próximo mês, serão realizados três concertos virtuais nos perfis do Quarteto Rio-pretense no Youtube, Facebook e Instagram, além de três oficinas gratuitas, das quais uma é voltada exclusivamente para as crianças. O primeiro concerto virtual será neste domingo, 13, às 11h, seguindo nos dias 27 deste mês e 18 de outubro.

"Nossos repertórios sempre foram mais eruditos, mas com o 'Aipê' queremos desmistificar essa imagem elitista que pesa sobre a música clássica, por meio de obras que são mais próximas dos rio-pretenses. Nossa ideia inicial era realizar seis concertos presenciais em bairros da periferia da cidade", conta Cruz.

Segundo ele, o repertório de "Aipê" dialoga com a cultura popular da região de Rio Preto. Ele traz, por exemplo, a execução do Hino de Rio Preto na formação de quarteto de cordas. Também está prevista a apresentação de uma obra inédita, de autoria do violoncelista. Intitulada "Sonata Neoclássica", a música é considerada pelo próprio instrumentista a sua primeira grande obra para quarteto de cordas.

O repertório de "Aipê" ainda envolve peças de nomes importantes da música clássica brasileira, como Heitor Villa-Lobos (1887-1959), Carlos Gomes (1836-1896) e Alberto Nepomuceno (1864-1920).

O projeto do concerto "Aipê" é o terceiro do Quarteto Rio-pretense, que foi criado em 2014, contemplado com o fomento do Prêmio Nelson Seixas, da Secretaria Municipal de Cultura. 

As oficinas online do projeto, que serão ministradas pelos próprios integrantes do quarteto de cordas rio-pretense, têm início no dia 13 de outubro, às 18h30, por meio do aplicativo Zoom. A primeira atividade é voltada apenas para as crianças. Já nos dias 20 e 27 de outubro, também as 18h30, serão realizadas oficinas voltadas para instrumentistas com experiência.

"Os links para as inscrições nas oficinas do 'Aipê' serão disponibilizados em nossas redes sociais ainda nesta semana", sinaliza Cruz.