X
X

Diário da Região

29/11/2016 - 00h00min

FECHAMENTO

Artistas ainda tentam ‘salvar’ a Fred Navarro

FECHAMENTO

Divulgação Oficina realizada no fim de semana, uma das últimas atividades da Fred Navarro: mais de 100 pessoas já haviam confirmado presença na mobilização marcada por artistas e ativistas de movimentos sociais em frente à Casa de Cultura Dinorath do Valle, onde funciona projeto mantido pelo Estado
Oficina realizada no fim de semana, uma das últimas atividades da Fred Navarro: mais de 100 pessoas já haviam confirmado presença na mobilização marcada por artistas e ativistas de movimentos sociais em frente à Casa de Cultura Dinorath do Valle, onde funciona projeto mantido pelo Estado

Artistas, produtores, ativistas de movimentos sociais de cultura e interessados vão se reunir nesta terça-feira, 29, às 18h, para protestar e debater formas para evitar o encerramento das atividades da Oficina Cultural Fred Navarro, em Rio Preto. O grupo também pretende fazer um vídeo de protesto contra a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo e a Organização Social Poiesis, que administra a oficina. Até o fim da tarde de segunda-feira, 28, cerca de 120 pessoas haviam confirmado participação em um evento no Facebook. O encontro acontecerá na sede da oficina, localizada no prédio da Casa de Cultura.

A direção da Poiesis anunciou na última quinta-feira, 25, o fechamento de 10 polos do programa, sendo nove no Interior e um no Litoral, vítimas do aperto orçamentário do Governo do Estado de São Paulo. O programa foi inaugurado em Rio Preto há nove anos e atende 92 cidades da região. Na tarde ontem, as três funcionárias da unidade local assinaram aviso prévio e vão trabalhar até o dia 28 de dezembro. A produtora cultural Marina Urias Gomes, uma das organizadoras do encontro, afirma que a reunião desta terça foi formatada para discutir possibilidades de evitar o fechamento e analisar como cada pessoa pode contribuir neste cenário. 

“Temos vários grupos por todo o Estado articulando tudo isso. Sou produtora de teatro e circo e o circo também está envolvido contra o fechamento das oficinas. Podem participar todos que quiserem e puderem contribuir de alguma forma para evitar o fechamento das oficinas”, explica. O ator Rafael Guerra de Aquino também está coordenando o encontro. Idealizador do festival EuRiso - Encontro Internacional de Palhaços de Fernandópolis, o artista contou com a parceria da Oficina Cultural Fred Navarro durante as três edições do evento na cidade da região. “O apoio da Oficina vai além do financeiro. A parceria deles é importante para a articulação com outros grupos e na valorização e divulgação cultural.”

Aquino entende que, dificilmente, a Secretaria de Estado vai voltar atrás em relação ao fechamento da Fred Navarro e que o encontro será importante também para a mobilização dos produtores artísticos da cidade e da região, “uma oportunidade para criar algum movimento de construção coletiva e uma rede para fortalecer a produção com um gestão independente”, diz. A ideia é também é forçar a Secretaria de Estado a não extinguir por completo as ações e criar eventos pontuais, ou seja, dar continuidade ao que já vinha sendo realizado. Paralelamente ao encontro, um grupo criou uma petição, denominada Fica Oficina Cultural, no site Avaaz, para solicitar o não fechamento das unidades. A partir de janeiro, apenas 4 polos permanecerão abertos, todos em São Paulo. Sobre a petição, até a tarde de ontem, 28, havia 1,9 mil assinaturas.

O objetivo é reunir 2 mil assinaturas e entregar o documento para o governador Geraldo Alckmin. O atual secretário municipal de Cultura, Fernando Melgar, lamentou o anúncio do fechamento. “É muito triste. Sabemos que o País está em crise e existe uma perda no orçamento, mas neste momento o fechamento é um golpe na cultura local, uma dura baixa. Sempre afirmo que uma entidade individual ou coletivamente ativa é sempre um aliado. A oficina não só colaborou com a secretaria, mas também com o município e a população, tanto como divulgadora quanto como promotora de boa ações e para o fomento cultural.”

Melgar conta que foi pego de surpresa e ficou sabendo do fechamento por meio da matéria publicada no Diário, no último sábado, 26. Segundo ele, até o início da tarde de segunda-feira ninguém do Estado havia entrado em contato. No entanto, após falar com a reportagem, um assessor ligou para avisar que logo ele receberá um documento oficial sobre o fechamento e que a mudança é um nova forma de gerenciamento. “Ele disse que serão feitas parcerias com as prefeituras, mas não deu detalhes.” Atualmente a Fred Navarro funciona em espaço cedido na Casa de Cultura Dinorath do Valle, que pertence à Prefeitura.

Convênios com prefeituras

Desde a manhã desta segunda-feira, 28, o site das Oficinas Culturais (www.oficinasculturais.org.br) estava fora do ar. A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e com a Poiesis, mas não obteve respostas para perguntas como se as instituições estariam abertas a discutir formas de garantir a continuidade das atividades promovidas pelas oficinas culturais. Por meio de uma nota, o secretário de Estado da Cultura, José Roberto Sadek, afirmou que o programa continuará proporcionando oportunidades de formação gratuita em todo o estado de São Paulo por meio de convênios com as Prefeituras. 

Diz a nota: “O programa passa apenas por uma mudança administrativa, que tem justamente o objetivo de gerar economia de recursos sem prejudicar o atendimento à população. Em vez de ser gerido por uma Organização Social, o programa passará a ser realizado em espaços municipais e em convênio com as prefeituras, que conhecem melhor do que ninguém cultura e necessidades locais. Além dos cursos artísticos, a intenção da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo é também oferecer cursos de formação profissional para o setor.”

Últimas atividades da Fred Navarro

  • Dia primeiro de dezembro - 19h às 22h. Café filosófico: comunicação em rede e economia criativa com coordenação do diretor de fotografia e editor Fernando Macaco. 30 vagas
  • Dia 2 de dezembro - 19h30. Exibição comentada do projeto Cinexpresso com coordenação do arquiteto e orientador de oficinas de audiovisual Ricardo Zammarian. 40 lugares (retirar ingresso com uma hora de antecedência)
  • Dias 4, 5 e 6 de dezembro - domingo às 17h, segunda e terça-feira às 18h30). Espetáculo Queijo & Goiabada, Das Canções Que Você não Autorizou pra Mim, da Cia. Cênica
  • Dias 9 e 10 de dezembro - sexta-feira às 19h e sábado às 9h. Workshop: produção audiovisual para web com coordenação do produtor de conteúdo audiovisual, roteirista, compositor e produtor Felipe Parra. 25 vagas. 
  • Mais informações pelo telefone: (17) 3234-2405

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!
É assinante mais quer redefinir sua senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso