'Horácio', da Virtual Cia. de Dança, se adapta ao digital

DANÇA

'Horácio', da Virtual Cia. de Dança, se adapta ao digital

No ambiente virtual, a companhia promove uma temporada digital com cinco episódios


Aqui e ao lado, o dançarino Rafael Abreu em dois momentos 'Horácio' no antigo normal
Aqui e ao lado, o dançarino Rafael Abreu em dois momentos 'Horácio' no antigo normal - Divulgação

Um dos frutos do projeto "O Jogo da Amarelinha", iniciativa da Virtual Cia. de Dança, de Rio Preto, com coreografias criadas para o espaço urbano (site specific), o espetáculo "Horácio" foi ajustado aos tempos de pandemia na circulação contemplada no Prêmio Nelson Seixas, da Secretaria Municipal de Cultura. No ambiente virtual, a companhia promove uma temporada digital com cinco episódios, agregando outras atividades à exibição em vídeo do espetáculo, que é protagonizado pelo dançarino Rafael Abreu.

"Como responsabilidade com o contexto provocado pela pandemia, a companhia manteve em forma integral os valores destinados no projeto a pagamento dos artistas e criadores e ainda destinou valores da produção das apresentações a capacitação da equipe e fornecimento de equipamentos para a registro de suas participações em sua residência", diz Marcelo Zamora, fundador da Virtual.

"Horácio" é fruto da parceria com o dançarino, coreógrafo e artista visual Samuel Kavalerski, que é o responsável pelo primeiro episódio da temporada digital nesta segunda-feira, 12, às 20h, com exibição no Youtube da Virtual Cia. de Dança. Ele abordará o tema "Práticas colaborativas no processo criativo".

A programação seguirá na quarta-feira, 14, às 20h, com o argentino Alejandro Montiel, que dará o workshop "Fundamentos de acrobacias de solo e sequencias básicas aplicadas à dança contemporânea". Também com foco na formação, a bailarina argentina Irupé Sarmiento abordará o tema "Movimentando nosso fluxo energético" no episódio da sexta-feira, 16, também às 20h.

No isolamento

Cumprindo o distanciamento social em sua cidade natal, Suzano, o dançarino Rafael Abreu registrou uma série de vídeos com pesquisas coreográficas. E elas se fundem a um registro em vídeo de uma apresentação de "Horácio" na cidade de Diadema na versão digital do espetáculo. A exibição será feita no dia 21, às 20h, no Youtube da Virtual.

Antes, no dia 19, no mesmo horário, o dançarino vai abordar o tema "Dramaturgia corporal" em episódio da programação, que termina no dia 23, às 11h, com o lançamento do e-book do e-book "Experiências criativas no período de isolamento social".

Jerry Quadros/Divulgação

A Virtual Cia. de Dança está trabalhando de forma remota em duas novas produções, que deverão ganhar os palcos em 2021. Entre elas está a terceira parte da trilogia dedicada ao Les Ballets Russes. "Terceiro Diálogo - Les Ballets Russes" é concebido como um espetáculo para palco italiano sem a presença humana. Impulsionado pelas novas ferramentas de comunicação evidenciadas durante a pandemia, a obra recria uma encenação tradicional em todos seus aspectos - horário, duração, iluminação, atmosfera teatral, plateia... -, exceto pela ausência física do artista na cena.

Protagonizado pelos artistas maranhenses Mauro Nascimento e André Bandeira, "Mim, rima com nós" é um definido como um duo de circo contemporâneo que reflete sobre as dicotomias e antagonismos do ser humano, exaltados pelo período extraordinário vivido em 2020, como se, por um instante, ou por toda a vida, a humanidade se tornasse incapaz de enxergar-se e entender-se no outro.