As Chicas lançam série de videoclipes nas redes sociais

SAMBA

As Chicas lançam série de videoclipes nas redes sociais

Coletivo de mulheres criado em Rio Preto em 2019 promove o protagonismo feminino no samba


As Chicas promovem o protagonismo feminino por meio do samba
As Chicas promovem o protagonismo feminino por meio do samba - Divulgação

Coletivo de Rio Preto que promove o protagonismo feminino no samba, As Chicas marcam presença nas redes sociais com uma série de videoclipes produzidos a distância. A série é uma adaptação do projeto de circulação contemplado no Prêmio Nelson Seixas, da Secretaria Municipal de Cultura, e que previa a realização de três grandes eventos em locais públicos da cidade. "Por causa da pandemia da covid-19, tivemos que levar as ações para o ambiente virtual. Criamos uma série com seis videoclipes, dos quais quatro já estão no Instagram, Facebook e Youtube d'As Chicas. E também estamos produzindo um documentário, contando um pouco a trajetória do grupo e as causas em que somos engajadas", comenta Érica Porto, que assina a produção artística e executiva.

A história do coletivo feminino rio-pretense está ligada ao 2º Encontro Nacional de Mulheres na Roda de Samba, uma inciativa da musicista e compositora carioca Dorina Barros que uniu mulheres de todo o País para mostrar que o lugar delas também é no samba. As produtoras Paula Golden e Cintia Cotes inscreveram-se naquela edição para incluir Rio Preto no circuito, e o resultado foi uma grande roda de samba feminina em novembro de 2019, com transmissão ao vivo nas redes sociais e tendo música principal "Zé do Caroço", de Lecy Brandão.

A participação no evento nacional fortaleceu os vínculos do grupo criado naquela ocasião, que trazia não só mulheres com experiência na música. "A música é a plataforma para a promoção do empoderamento feminino e da luta contra preconceitos e desigualdades. O repertório escolhido para essa série de videoclipes reflete bem esse posicionamento d'As Chicas, que estão engajadas com diversas lutas sociais", reforça Érica.

Atualmente, o coletivo conta com 17 integrantes, e já traz em sua história um carnaval, o de 2020, em que colocou seu bloco na rua e fez participações especiais em outros blocos. 

A série de videoclipes d'As Chicas tem produção musical de Elis Ribeiro (Maestria do Samba) e produção audiovisual de Zeca Barreto. O grupo ainda conta com o apoio do músico Robson Cruz. "Cada videoclipe conta com parte das integrantes. E toda a produção é feita a distância. É uma forma das pessoas também verem que o samba não é a apenas roda. Temos vídeos com cinco integrantes e outros com apenas duas", pontua.

Entre os vídeos já lançados há canções como "Maria de Vila Matilde", de Elza Soares, e "Mulher Mãe África", de Dayse do Banjo.