Diário exibe lives do Pint of Science em Rio Preto

PINT OF SCIENCE

Diário exibe lives do Pint of Science em Rio Preto

Diário da Região transmite pelo Facebook e Youtube os bate-papos da edição rio-pretense do Pint of Science, evento internacional de popularização da ciência


Maurício Nogueira abordará a covid-19 e problemas como uso 
de cloroquina
Maurício Nogueira abordará a covid-19 e problemas como uso de cloroquina - Johnny Torres/Arquivo

Um dos maiores eventos voltados à popularização da ciência no mundo, o Pint of Science se ajusta à nova normalidade em sua edição 2020. Mais que isso, manifesta-se de forma crítica sobre a valorização e o investimento em pesquisa científica. Conhecido por promover bate-papos sobre ciência em bares e pubs, o evento será todo virtual, com transmissões a partir desta terça-feira, 8, até quinta, 10, em 183 cidades do Brasil e mais dez países. Em Rio Preto, os bate-papos serão transmitidos pelo Youtube e Facebook do Diário da Região. E ainda há uma programação nacional, transmitida pelo canal do Pint of Science Brazil no Youtube.

Com o manifesto "Investimento ou morte", o evento no Brasil defende a volta dos recursos à pesquisa nacional, envolvendo uma série de ações nas redes sociais. "Essa crise que estamos passando com a pandemia da covid-19 evidenciou que sociedade e ciência caminham juntas, não são coisas distintas. Mais do que nunca precisamos dos cientistas, da pesquisa, do conhecimento", comenta o jornalista e físico Eder Juno Nicolau Terra, que coordena as ações do Pint of Science na cidade há dois anos.

Segundo ele, realizar o Pint of Science nunca foi tão necessário e oportuno, pois a sociedade brasileira já sente os reflexões da onda negacionista que assolou a ciência nos últimos anos. "Os bate-papos do evento são voltados justamente para quem não entende nada de ciência, não gosta de ciência. É uma oportunidade de desvendar esse universo de forma simples, fora do ambiente da academia", explica. "Há dois estereótipos que precisam se desmistificados em torno da ciência: há quem acredita que é invencionice, nega qualquer tipo de estudo, e há quem acredita que é algo inacessível, coisa de gênio apenas. A ciência é fruto de esforço e trabalho intelectual intenso de um pesquisador que se dedicará ao longo de toda sua trajetória a descobrir uma pequena parte de algo muito maior, para que um dia, em confronto com outras pesquisas, possa surgir uma evidência", acrescenta.

Ou seja, o tempo tem uma dinâmica muito particular quando o assunto é ciência e pesquisa. "Atualmente, muitos estão ansiosos pela vacina da covid-19, mas, na ciência, as coisas não são para ontem. E outra coisa: há uma diferença muito grande entre acreditar e saber. Por isso, se prevenir continua sendo a melhor alternativa", reforça Terra.

A programação rio-pretense do Pint of Science, cujos bate-papos serão mediados pelo coordenador do evento, conta com a participação do virologia e professor e pesquisador da Famerp Maurício Lacerda Nogueira, do doutor em física, atrônomo e professor do Instituto Federal de São Paulo Alexandre Cesar Dourado Neves e do doutor em física quântica, professor e pesquisador do Ibilce/Unesp Elso Drigo Filho. As transmissões serão das 19h às 20h, no Youtube e no Facebook do Diário da Região.

Logo depois, os internautas poderão acompanhar as atividades da programação nacional, no Youtube do Pint of Science Brasil, que envolve nomes como o jornalista Iberê Thenório, fundador e produtor do canal Manual do Mundo, que vai falar sobre o papel da divulgação científica nesses tempos em que a ciência anda tão desvalorizada; o presidente da Sociedade Brasileira de Imunologia, Ricardo Gazzinelli, que abordará a evolução da desconfiança em relação às vacinas e a perspectiva de criação de uma vacina eficaz contra a covid-19; o historiador Filipe Figueiredo, apresentador do podcast Xadrez Verbal e produtor do conteúdo de história do Nerdologia; entre outros.

Hoje

19h - Covid e o problema da Cloroquina. Com Maurício Lacerda Nogueira (Famerp)

Amanhã

19h - Astrologia: brincadeira ou verdade?. Com Alexandre Cesar Dourado Neves (IFSP)

Quinta-feira

19h - Física Quântica: o que é isso?. Com Elso Drigo Filho (Ibilce/Unesp)

Hoje

20h - Debate: Investimento ou Morte. Com Helena Bonciani Nader (Aciesp e SBBq) e Filipe Nobre Figueiredo (Nerdologia e Xadrez Verbal)

Amanhã

20h - Debate: Quem tem medo da vacina chinesa?. Com Ricardo Tostes Gazzinelli (Fiocruz) e Iberê Thenório (Manual do Mundo)

Quinta-feira

20h - Debate: Ciência verde e amarela. Com Gustavo Henrique Goldman (USP e SBM) e Natália Pasternak Taschner (ICB-USP e Instituto Questão de Ciência)