Dramaturgo de Rio Preto integra série de peças virtuais

DIÁLOGOS EM CENA

Dramaturgo de Rio Preto integra série de peças virtuais

'Medeia 2020', escrita por José Vitor Rack, será apresentada na série 'Diálogos em Cena' nesta sexta-feira, 31


José Vitor Rack é autor de 'Medeia 2020', que será encenada na série 'Diálogos em Cena'
José Vitor Rack é autor de 'Medeia 2020', que será encenada na série 'Diálogos em Cena' - Divulgação

Traída pelo marido, mulher mata os filhos e destrói tudo o que foi construído no casamento. Uma história dessas rende muita audiência, likes e discussões no espetáculo cotidiano da mídia. No entanto, a sede por "lacrar" dificilmente leva em conta as razões da espetacular notícia. E é a partir dessa questão que o dramaturgo José Vitor Rack, de Rio Preto, constrói a peça "Medeia 2020", que será encenada ao vivo no Instagram nesta sexta-feira, 31, às 21h. Ele é um dos dramaturgos convidados para dar vida à série virtual "Diálogos em Cena", iniciativa de Isaac Abda, do canal Cenas da Dramaturgia Brasileira.

Ao revisitar o mito grego de Medeia, Rack convida à reflexão sobre a sede por tragédias pessoais da mídia brasileira, a partir do encontro de uma mulher recém-saída da penitenciária que aceita conceder uma entrevista a um repórter de televisão. Na encenação virtual, eles são interpretados por Débora Olivieri e Daniel Pereira.

"É uma pós-Medeia, que não existe em livro nenhum. Ela vê na entrevista a possibilidade de conseguir voltar ao Corinto, visitar o túmulo dos filhos, reencontrar Jasão, mas se surpreende com a falta de compaixão do repórter, que busca em sua tragédia pessoal apenas pontos para o ibope", conta o dramaturgo, que também tem outro texto de sua autoria apresentado no canal Selfie Clássicos do Youtube. Um trecho de "Maria Rosa", uma adaptação de "O Feijão e o Sonho", romance de Orígenes Lessa, é lido pela atriz Eliana Guttman em vídeo.

Paulistano que chegou a Rio Preto na infância, Rack, de 38 anos, é uma espécie de outsider da cena teatral rio-pretense, a qual classifica como um "clubinho fechado". Já escreveu peças para a Cia. Apocalíptica e atualmente está envolvido na criação da sede rio-pretense do Movimento Cultural Darcy Ribeiro. Uma de suas peças "Mutcho Locas", de 2014, foi montada pelo diretor e produtor Tom Arruda, de São Paulo.

"Medeia 2020" nasceu em um blog criado por Rack para contar uma história em formato de folhetim, mas o processo de escrita acabou sendo interrompido. "Quando fui convidado para participar do 'Diálogos em Cena', achei que seria uma boa oportunidade para retomar esse história. O projeto envolve cenas curtas, sempre encenadas por dois atores. E fiquei muito feliz por ter Débora Olivieri e Daniel Pereira na encenação do meu texto", diz.