Rio-pretense ministra oficina online de iluminação cênica

Marília Mendonça termina casamento com Murilo Ruff

Marília Mendonça anunciou o término de seu relacionamento com Murilo Ruff, nesta segunda-feira, 20, em seu perfil no Instagram. Os pais de Leo, de sete meses, estavam junto desde maio de 2019. Boatos nas redes sociais de que o casal havia se separado começaram na sexta, 17, após os dois deixarem de se seguir e deletarem fotos juntos. Porém, ela só se pronunciou após o Extra publicar matéria, especulando que o motivo teria sido ciúmes e traição. "Que fique claro que meu término não teve nada a ver com ciúmes ou traição. Se eu parei de seguir ele, é porque dói ficar vendo a pessoa o tempo inteiro. As pessoas têm sentimento."

CNN Brasil anuncia a contratação de Alexandre Garcia

A CNN Brasil anunciou a contratação dos jornalistas Alexandre Garcia e Sidney Rezende. Os dois estarão em um quadro diário chamado 'Liberdade de Expressão'. A participação entrará na programação do canal pago a partir da próxima segunda, 27. "Os novos comentaristas responderão às perguntas do time de âncoras da CNN e poderão apresentar suas análises e opiniões sobre temas atuais dos noticiários", informa
a nota da emissora.

Cissa Guimarães homenageia filho que morreu há 10 anos

Cissa Guimarães usou seu Instagram nesta segunda, 20, para postar uma homenagem ao filho, Rafael Mascarenhas, que morreu há 10 anos. "Não é uma nota 10, mas bem que poderia ser. São 10 anos que você virou anjo, Rafael. Portanto, a nota é musical e infinita", escreveu. Na sequência, continua: "10 anos sem tua presença física, sem teu abraço, teu beijo, tua música linda! Isso dói, como dói! Mas a gratidão de termos esse anjo de luz há 10 anos é muito maior." Mascarenhas foi morto após ser atropelado por um carro, que disputava um 'racha', enquanto andava de skate em um túnel interditado no Rio.

Crédito para o setor audiovisual começa a funcionar, diz BNDES

Começou a funcionar uma linha de crédito emergencial de R$ 400 milhões, com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), para financiar o capital de giro das empresas do setor audiovisual, em meio à crise relacionada com a pandemia de Covid-19. Produtoras, distribuidores e exibidores de capital nacional terão prioridade, mas, de forma excepcional e inédita, as redes de cinema de capital estrangeiro, como Cinemark e UCI, poderão acessar a linha, informou o BNDES, um dos operadores da nova
linha, uma resposta do governo federal às pressões do setor audiovisual por mais apoio em meio à pandemia.