Cirque du Soleil entra em programa de auxílio para evitar falênciaCirque du Soleil entra em programa de auxílio para evitar falência

CANADÁ

Cirque du Soleil entra em programa de auxílio para evitar falência

Com sede em Montreal, a produtora se encaixou em um programa voltado ao auxílio de empresas que têm dívidas acima de US$ 5 milhões


São Paulo
Cirque du Soleil cancelou 44 espetáculos em todo o mundo
Cirque du Soleil cancelou 44 espetáculos em todo o mundo - Divulgação

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o Cirque du Soleil sofre perdas e impacto econômico em seus espetáculos e turnês pelo mundo. Nesta segunda, 29, a companhia entrou em um programa de recuperação judicial no Canadá, com o objetivo de evitar a falência e se proteger de seus credores.

Com sede em Montreal, a produtora se encaixou em um programa voltado ao auxílio de empresas que têm dívidas acima de US$ 5 milhões.

No pedido, o Cirque cita seus espetáculos cancelados pelo mundo. Desde o início da pandemia, a companhia demitiu cerca de 95% de seus funcionários em março, incluindo 1,3 milhão, em Las Vegas. Pelo mundo, 44 espetáculos foram cancelados.

O pedido de recuperação cita os diversos espetáculos cancelados pelo mundo por causa da pandemia no novo coronavírus. A companhia recebeu US$ 200 milhões do Canadá, como auxílio.