NO FACEBOOK

Zeca Barreto apresenta canção inédita em live

O show online 'Por Trás do Trovador' será apresentado neste quarta-feira, 20, às 20h, no perfil do cantor no Facebook


Desde o carnaval, quando cantou para 20 mil pessoas, Zeca Barreto se mantém sozinho em casa
Desde o carnaval, quando cantou para 20 mil pessoas, Zeca Barreto se mantém sozinho em casa - Divulgação

Pouco mais de dez dias depois de cantar para uma multidão de 20 mil pessoas, no carnaval de rua promovido pelo Centro Cultural Vasco, ao lado de uma banda formada por nove instrumentistas, o cantor e compositor Zeca Barreto se viu sozinho, confinado em seu home studio e impossibilitado de soltar a sua voz na noite rio-pretense. E tem sido assim desde que começou a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), um período de reclusão profunda.

Apesar de delicado, o momento não interferiu em seu processo criativo. "Estou produzindo algumas coisas novas e compartilhando pelo Facebook", conta ele, que realiza, nesta quarta-feira, 20, a partir das 20h, o show online "Por Trás do Trovador". A live é a forma que encontrou para "passar o chapéu" ao público acostumado a vê-lo cantando em bares da cidade e em festivais de música Brasil afora. "Quero que as pessoas se sintam como se estivessem me assistindo em um teatro. O couvert artístico espontâneo é a única forma para mim, e outros artistas da música, de continuar subsistindo nesse momento", reforça.

Durante a live, que será transmitida pelo perfil de Zeca Barreto no Facebook (@zeca.barreto.zecabarreto), o cantor e compositor rio-pretense vai compartilhar tanto sua conta bancária como a campanha de financiamento coletivo criada na plataforma Vakinha. Em troca, ele promete apresentar composições que marcam a sua trajetória musical, além de uma canção inédita, concebida sob a influência da pandemia e das emoções e sentimentos por ela gerados. "Estou acabando de finalizar essa canção nova, para apresentar em primeira mão durante a live."

Zeca Barreto é um artista já habituado com as tecnologias ligadas ao audiovisual. Tanto que fará a live literalmente sozinho, bem no esquema "bate o escanteio e corre para a grande área". "Quem não tem muito contato com essas tecnologias, essa parte mais técnica, está realmente tendo de se reinventar nesse momento. Essas transmissões ao vivo são hoje a única alternativa que o artista tem para se manter em contato com o público", diz.

O cantor e compositor promete algumas surpresas para o público durante sua primeira apresentação online. Com o violão (e sua voz), quer ajudar as pessoas do outro lado da telinha do celular (ou do computador e da TV) a exorcizar um poucos os fantasmas desse período de distanciamento social.