SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | DOMINGO, 26 DE SETEMBRO DE 2021
IMUNIZAÇÃO

Rio Preto tem 15 mil adultos sem a primeira dose da vacina contra a Covid

Secretaria Municipal de Saúde informou nesta segunda-feira, 13, que não tem previsão para a chegada de novas doses para este público

Millena Grigoleti e Gabriel VitalPublicado em 13/09/2021 às 18:02Atualizado há 13/09/2021 às 18:02
Vacina contra o coronavírus (Tony Winston/Ministério da Saúde)

Vacina contra o coronavírus (Tony Winston/Ministério da Saúde)

A Secretaria Municipal de Saúde de Rio Preto informou nesta segunda-feira, 13, que não tem previsão para a chegada de uma nova remessa de vacina contra a Covid-19 para imunizar pessoas de 18 anos ou mais que ainda não tomaram a primeira dose. Segundo a pasta, aproximadamente 15 mil adultos na cidade ainda estão sem nenhuma dose do imunizante.

Sem imunizantes, a vacinação de primeira dose para a população de 18 anos ou mais continua suspensa no município. Enquanto uma nova remessa não chega, os adultos que ainda não se imunizaram podem se cadastrar para tomar as doses remanescentes. Clique aqui para fazer o cadastro.

A vacinação com doses remanescentes é possível porque cada frasco de imunizante contém pelo menos dez doses que, se não forem utilizadas até o fim do dia, não podem ser armazenadas. Por isso, as equipes responsáveis pela imunização ligam para as pessoas cadastradas, convocando-as para tomar a vacina. Nesse caso, é importante que a pessoa tenha disponibilidade para ir, no mesmo dia, até o ponto de vacinação indicado.

Para receber a dose, é necessário ser morador de Rio Preto e preencher os campos obrigatórios do cadastro, com informações como nome, CPF, endereço e telefone de contato. O cadastro também está disponível para adolescentes de 12 anos ou mais.

Rio Preto usará doses da Pfizer para completar imunização de quem tomou AstraZeneca

Dose da vacina da Pfizer contra o coronavírus

A Secretaria Municipal de Saúde de Rio Preto confirmou que usará, a partir desta terça-feira, 14, doses da vacina da Pfizer para completar a imunização de quem tomou a primeira dose da AstraZeneca. Segundo a pasta, o estoque do imunizante da AstraZeneca, distribuído pela Fiocruz, já está esgotado na cidade.

Segundo a pasta, somente serão vacinados os que deveriam ter recebido a segunda dose entre os dias 1º e 15 de setembro. O imunizante estará disponível das 8h às 14h na Swift (atendimento interno), Shopping Cidade Norte, Defesa Civil, CSE Estoril, UBS Jaguaré, Pinheirinho, Salão paroquial da Igreja Nossa Senhora do Brasil (São Deocleciano).

Rio Preto repete mesma estratégia que já está sendo adotada em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro. Na capital paulista, a oferta das doses de marca diferente acontece de forma "excepcional e emergencial", segundo a Secretaria de Saúde.

A "vacinação heteróloga", quando a mesma pessoa recebe doses produzidas por laboratórios diferentes, é aprovada por especialistas no caso da combinação AstraZeneca-Pfizer.

Segundo o governo do Estado de São Paulo, o envio de vacinas da AstraZeneca está atrasado, motivo pelo qual faltam imunizantes da marca no Estado. O governo alega que mais de um milhão de doses já deveriam ter sido disponibilizadas desde o dia 4 de setembro.

O Ministério da Saúde, por outro lado, nega que as doses estejam atrasadas. Segundo o governo federal, o Estado utilizou para a primeira dose parte do estoque que deveria ter sido reservado para a segunda aplicação.

O Ministério diz ainda que enviou para o Estado de SP 12,4 milhões de doses para primeira aplicação e 9,2 milhões de doses para a segunda etapa, mas o estado fez 13,99 milhões de aplicações de primeira dose.

(Com Agência Estado)

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por