SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEGUNDA-FEIRA, 24 DE JANEIRO DE 2022
HOMENAGEM

Em Rio Preto, Marília Mendonça brilhou em festival, rodeio e como madrinha de casamento

Cantora tinha como empresário Filipe Risse, de Mirassol, de quem também era sócia em uma marca de chope e foi madrinha de casamento em 2018, em Rio Preto

Arthur Pazin
Publicado em 05/11/2021 às 19:05Atualizado em 06/11/2021 às 14:12
Marília Mendonça entre o empresário Filipe Risse e sua mulher Andréa Scarpelli (Reprodução/Instagram)

Marília Mendonça entre o empresário Filipe Risse e sua mulher Andréa Scarpelli (Reprodução/Instagram)

A cantora Marilia Mendonça morreu nesta sexta-feira, 5, em um acidente aéreo próximo a uma cachoeira, em Piedade da Caratinga, interior de Minas Gerais. Além da sertaneja, os outros quatro ocupantes da aeronave morreram. Entre eles, estavam o produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, o piloto e copiloto do avião, cujos nomes ainda não foram divulgados.

Nascida em Cristianópolis (GO), Marília tinha 26 anos e deixa um filho de 1 ano e 10 meses, além de uma trajetória musical de empoderamento feminino, com sua voz marcante e forte na história da música sertaneja brasileira. De 2016 a 2021, foram quatro álbuns lançados e e três colaborativos, ao lado de Maiara e Maraísa.

Com milhares de fãs por todo o País, Marília esteve em Rio Preto por diversas vezes, brilhando nos palcos do Country Bulls por duas vezes e animando a galera em quatro edições do Festeja e três do Rodeio de Mirassol. Em uma das edições do Festeja, em 2019, Marília comandou o show grávida.

No ano que vem, a sertaneja estava confirmada como principal atração do Rio Preto Country Bulls e também do Rodeio de Mirassol.

Empresário de Mirassol

Entre o vai e vem dos shows e a agenda lotada, Marília Mendonça contava com o apoio da equipe, que incluía o empresário Filipe Risse, de Mirassol, de quem Marília também era sócia no chope Potiguar. A cantora, inclusive, publicou um story na manhã desta sexta-feira, 5, mostrando Risse durante o treino em uma academia.

Filipe Risse, de Mirassol, empresário de Marília Mendonça (Reprodução/Instagram)

Por meio de seu Instagram, Risse publicou um story informando que não estava no avião, mas "parte de seu coração" sim. Ele agradeceu a preocupação de todos e chamou a situação de pesadelo. "Meu coração está em pedaços. Quanta dor! Nos dê forças meu Deus", escreveu o empresário.

Além da parceria de trabalho, Marília foi madrinha de casamento do mirassolense com a rio-pretense Andreia Scarpelli Augusto.

Ao lado de Zé Neto e Cristiano e de Maiara e Maraisa, que também são empresariados por Rissi, Marília esteve, em 2018, na Igreja Menino Jesus de Praga, no bairro São Manuel, em Rio Preto, para o casamento do empresário.

Padre Silvio, da Paróquia Menino Jesus de Praga, com Marília Mendonça, em casamento de seu empresário, em Rio Preto (Divulgação)

A celebração foi conduzida pelo Padre Silvio Roberto, responsável pela paróquia, e a festa aconteceu no Buffet Villa Conte. A reportagem procurou o empresário Filipe Risse, mas não conseguiu retorno.

Marília Mendonça seria principal atração em rodeios de Rio Preto e Mirassol

Marília Mendonça

Com uma trajetória musical de empoderamento feminino, voz marcante e forte na história da música sertaneja brasileira, a cantora Marília Mendonça, que morreu em um acidente aéreo nesta sexta-feira, 5, próximo a uma cachoeira, em Piedade da Caratinga, interior de Minas Gerais, estava confirmada em duas atrações de 2022 na região de Rio Preto: o Country Bulls e o Rodeio de Mirassol.

Em Rio Preto, Marília subiria aos palcos no dia 16 de julho, um sábado, principal noite do Rio Preto Country Bulls, tradicional rodeio da cidade. Esta seria a terceira vez que a goiana faria show no evento, tendo se apresentado no Recinto de Exposições em 2018 e 2019.

Ao Diário, Paulo Emílio Marques, organizador do evento, disse que está "chateado" com a morte da cantora, quem chamou de "artista completa". "Ela vinha fazendo uma carreira brilhante mesmo com pouca idade e mesmo na pandemia, demonstrou toda a renovação do trabalho", disse o empresário.

Fenômeno do Sertanejo

Aos 21 anos, ela é um fenômeno no universo sertanejo e é considerada uma mina de ouro do gênero. Dona de hits como Eu Sei de Cor, Infiel e Sentimento Louco, Marília Mendonça é considerada a revelação da música sertaneja de 2016, tem milhares de fãs e parcerias de peso no universo da música. Ela participou, por exemplo, da faixa Ninguém é de Ferro, de Wesley Safadão, que foi lançada no mês passado e já é um sucesso no Brasil. Até ontem, o clipe da canção tinha 15.835.318 visualizações no YouTube. E nesta segunda-feira, 6, está agendado o lançamento do novo EP Realidade em todas as plataformas digitais da artista. 

Neste sábado, 4, a jovem de Goiânia desembarca na região para mostrar porque ela é considerada a rainha da sofrência no Brasil. A artista fará um show no Recinto do Folclore de Olímpia, localizada a 50 quilometros de Rio Preto. Ela, que faz cerca de 25 shows por mês com plateias que já chegaram a 90 mil pessoas, vai apresentar os maiores sucessos na cidade. A abertura dos portões do recinto está marcada para às 23h e o show programado para 1h. Um DJ animará o evento antes e depois do show da artista.  

Marília está celebrando a atual fase e ainda está tentando entender sua ascensão tão rápida. Após rodar o Brasil todo, ela afirma que tudo está muito novo para ela e não tem tido tempo para pensar no sucesso. “Vou deixando a vida me levar, sempre consciente de que estou vivendo o maior sonho da minha vida. Sou grata demais à Deus e aos meus fãs. Sem esta base nada, nada disso seria possível na minha vida”, afirma. 

Além do sucesso nos palcos, a artista também tem fama nos bastidores. Ela é uma máquina de fazer hits. Suas composições ganha coro nas vozes de de Henrique & Juliano (Até Você Voltar e Cuida Bem Dela), Wesley Safadão (Muito Gelo e Pouco Whisky) e Jorge & Mateus (Calma). Perguntada sobre o seu diferencial, ela refletiu. “É muito complicado eu me descrever. Não sei qual é o diferencial, eu gosto de escrever, eu sou muito sensível e tudo o que envolve sentimento faz fluir, talvez seja isso, o fato de eu falar em uma linguagem direta ajudou muito.”

Além de Marília, o mercado sertanejo conta hoje com várias artistas mulheres, como Maiara & Maraisa, Simone & Simaria, Naiara Azevedo, Paulla & Paolla e Paula Mattos. Ela também celebra este cenário. “É muito importante o crescimento e tem espaço para crescer ainda mais. O importante é darmos opções ai público e continuar unidas”, reforça. 

*Entrevista realizada pela repórter Francine Moreno e publicada na ‎quarta-feira, ‎1º‎ de ‎março‎ de ‎2017

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por