Ocupação de leitos de UTI está em 59,9% em Rio Preto

PANDEMIA

Ocupação de leitos de UTI está em 59,9% em Rio Preto

Em Rio Preto, Saúde registrou mais seis mortes e 134 casos de Covid


Leitos na UBS do Anchieta
Leitos na UBS do Anchieta - Divulgação/Prefeitura

O Departamento Regional de Saúde (DRS) voltou a se aproximar dos 60% de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI). Conforme dados do Estado, o índice chegou a 59,9% nesta quarta-feira, 7. Esses números são uma preocupação porque, se o índice voltar a ficar acima de 75%, como já ocorreu por muitos dias consecutivos, a região corre o risco de sair da fase amarela - e agora não existe mais a fase intermediária, a laranja, que foi extinta. A região iria, portanto, direto para a fase vermelha, bastante restritiva e que proíbe a abertura de praticamente todos os pontos comerciais.

A Secretaria de Saúde de Rio Preto confirmou nesta terça-feira, 7, mais seis mortes por Covid-19, totalizando 637 - uma taxa de mortalidade de 2,7% em relação aos 23.393 casos confirmados. Desse total, 20.533 estão recuperados (os sintomas apareceram há pelo menos 14 dias e já foram embora) e não podem mais transmitir a doença.

Os óbitos voltaram a apresentar elevação depois de alguns dias em queda. Na terça-feira, 6, foram confirmados nove.

Também foram contabilizados mais 134 novos casos da doença, sendo 101 por exame que aponta que a infecção é recente e 33 por teste que indica que o paciente já está doente há vários dias.

A média móvel de casos (soma do total confirmado e divulgado pela Saúde na última semana e dividida por sete) ficou em 164,4 por dia. Já a de mortes, que voltou a subir, ficou em 4,71.

"Com esse aumento de casos leves e graves, a nossa tendência para o futuro é termos mais óbitos, infelizmente", afirmou Andreia Negri Reis, gerente do Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde durante live nesta terça-feira, 6.

A quantidade de rio-pretenses internados com síndrome respiratória aguda grave (SRAG) voltou a crescer. Na segunda, havia 333; na terça, este número foi para 346, sendo que 216 estavam em enfermaria e 130 em UTI.

Região

Além de Rio Preto, 19 municípios da região também registraram óbitos por coronavírus. Em Votuporanga, a 90ª confirmação é de um idoso de 89 anos. Jales teve mais dois registros, de um homem de 55 e um idoso de 81, totalizando 46. Mirassol confirmou a 48ª morte em um homem de 50 anos que tinha comorbidades. Em Olímpia, uma idosa de 88 anos não resistiu à doença - ela é a 60ª vítima na cidade. Catanduva chegou a 145 óbitos.

Nhandeara, Pindorama e Valentim Gentil registraram dois óbitos, chegando a cinco, 15 e 12, respectivamente. Paulo de Faria e Pontes Gestal confirmaram o quarto; Monte Azul Paulista e Nova Aliança, o quinto; Neves Paulista, o sexto; Pereira Barreto e Três Fronteiras, o nono. Nova Granada teve a 13ª confirmação; Pirangi, a 16ª; Riolândia, a terceira; Urânia, a 11ª e Urupês, a 12ª.

(Colaborou Ingrid Bicker)

Departamento Regional de Saúde (DRS) de Rio Preto até 7/10/2020 (inclui 102 cidades)

Ocupação de leitos na DRS

  • Enfermaria: 51,2%
  • UTI: 59,9%
  • 113 novas internações

no dia 7/10 Ocupação de leitos no Estado

  • Enfermaria: 33,5%
  • UTI: 43,4%

Internações de pacientes de Rio Preto em 6/10

  • 346 pacientes
  • Enfermaria: 216
  • UTI: 130

Hospitais de Rio Preto

Hospital de Base (inclui pacientes da região)

  • Enfermaria (195 vagas): 111 pacientes (69,8% de ocupação)
  • UTI (145 vagas): 103 pacientes (71,0% da ocupação)

Hospital da Criança

  • Enfermaria (30 vagas): 6 pacientes
  • UTI (14 vagas): 1

Santa Casa

  • Enfermaria (59 vagas): 43 pacientes (72,8%)
  • UTI (51 vagas): 42 pacientes (82,3%)

Hospital de Jaci

  • UTI (dez vagas): 5 pacientes
  • Enfermaria (22 vagas): 10 pacientes

UPA Jaguaré

  • UTI (30 vagas): 12 pacientes
  • Enfermaria (15 vagas): 15 pacientes

UPA Santo Antônio

  • UTI (8 vagas): 3 pacientes

UBS Anchieta

  • Enfermaria (20 vagas): 12 pacientes