Cinemas não têm data para retorno

RIO PRETO

Cinemas não têm data para retorno

Em Fernandópolis e Votuporanga, salas reabriram com filmes antigos


Sala de cinema
Sala de cinema - Andrea Rankovic

Mesmo após a flexibilização permitida pelo Plano São Paulo, já que a região está há 28 dias consecutivos na fase amarela, os cinemas informaram que, por enquanto, não pretendem reabrir as portas em Rio Preto. Alguns chegam a falar em manter os projetores desligados até o ano que vem - e, mesmo que voltassem, a experiência de ir ao cinema não seria completa para muitos, já que até a tradicional pipoca foi banida para diminuir o risco de contaminação.

Alguns motivos podem ser apontados para tal decisão: a insegurança - já que em alguns lugares a reabertura foi feita, mas as regras mudaram e as portas voltaram a baixar; o fato de que está proibida a consumação de alimentos e bebidas dentro das salas, o que tira das empresas uma das principais fontes de lucro, que é a lanchonete na entrada do cinema; e também o fato de que não há lançamentos de títulos, de modo que as salas que estão abertas somente estão passando filmes antigos.

Em Rio Preto, há cinemas apenas em centros de compras, como no Plaza Avenida Shopping, no Riopreto Shopping, no Shopping Cidade Norte e no Shopping Iguatemi. Nenhum deles tem previsão de abertura.

Caso resolvessem voltar a receber o público, algumas regras teriam de ser seguidas, como a disponibilização de álcool em gel e a utilização de máscara por funcionários e clientes, inclusive durante a exibição do filme. Diferentemente do que ocorre com os eventos, cuja realização deve ser comunicada com 72 horas ao Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde, as empresas de cinema não precisariam comunicar sua reabertura.

No máximo, 40% da capacidade de lotação poderiam ser atingidos e a entrada deveria ser liberada com antecedência, para que as pessoas possam se acomodar nos assentos, que devem ser reservados. A distância mínima entre cada pessoa ou grupo familiar deve ser de um metro e meio e, na hora de ir embora, a saída deve ser organizada por fileiras, para evitar o cruzamento entre as pessoas.

Região

Diferentemente de Rio Preto, outras cidades da região reabriram as salas. Em Votuporanga, o cinema voltou a operar com os títulos "O Exorcista" e "Scooby - O Filme" - o primeiro é da década 1970, já o segundo foi lançado neste ano. Em Fernandópolis, as opções são "A Ilha da Fantasia", deste ano, "Invocação do Mal", de 2013, e "Scooby - O Filme". Em Jales, o cinema anunciou em rede social que em breve estará "de volta em ambiente seguro, com ótimos filmes e muitas novidades".

 

Cinemas, Museus, Teatros, Circo, entre outras atividades similares

  • Cumprimento de regras sanitárias (distanciamento, disponibilização de álcool em gel, uso de máscara)
  • Ocupação máxima de 40% da capacidade
  • Proibido fornecimento ou consumo de qualquer alimento ou bebida no interior das salas ou local da atividade (durante o evento/sessão) - ou seja, no cinema, a pipoca e o refrigerante são proibidos
  • Necessário reservar assentos
  • Presença de colaboradores apenas imprescindíveis para a realização das atividades
  • Permissão da entrada do público com antecedência para acomodação nos assentos.
  • Utilização do maior número possível de entradas.
  • Organização da saída dos frequentadores por fileira de assentos iniciando-se pelas fileiras mais próximas à saída, terminando nas mais distantes, evitando assim o cruzamento entre pessoas
  • Disponibilização e manutenção de assentos alternados na mesma fileira e entre fileiras, de modo a garantir o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre pessoas ou grupo familiar
  • Utilização de máscara por todos os funcionários, colaboradores e público presente, sendo facultado apenas para os artistas durante as apresentações.