Apesar de autorização, apenas uma escola estadual volta hoje
Escola Estadual Bady Bassitt é a única que deve voltar às aulas presenciais nesta quarta
Escola Estadual Bady Bassitt é a única que deve voltar às aulas presenciais nesta quarta - Guilherme Baffi 6/10/2020

Após seis meses sem aulas presenciais, uma escola pública de Rio Preto deve abrir as portas nesta quarta-feira, 7. A Escola Estadual Deputado Bady Bassitt, no bairro Anchieta, é a única das 49 que pertencem à Diretoria de Ensino que voltará a ter atividades nesta data - a partir do dia 7, o retorno presencial do ensino médio está liberado pelo governo do Estado, mas é opcional. As demais instituições de ensino público da cidade seguem com retorno indefinido e aguardam questionários com pais de alunos e a própria preparação da estrutura.

De acordo com o protocolo de segurança para o retorno, caso um estudante teste positivo para Covid-19, todos os demais da turma a qual pertence deverão ficar em isolamento por 14 dias e não frequentar a escola. Nos casos suspeitos, o aluno ficará em quarentena, mas a turma poderá frequentar a aula.

Além disso, segundo o protocolo, se um professor ou outro servidor da instituição testar positivo, a escola deve rastrear todas as pessoas dentro da unidade que estiveram a menos de um metro deste servidor. Os casos suspeitos poderão retornar às atividades antes do período determinado de afastamento quando tiverem um exame descartando a Covid-19 e estiverem com melhora dos sintomas após 72 horas.

Apenas 35% dos alunos da escola poderão frequentar as aulas presenciais. O restante permanece com ensino remoto. Para que todos os interessados possam ter aula presencial, haverá esquema de rodízio entre os estudantes.

Em todo o Noroeste paulista, segundo a Secretaria Estadual de Educação, 20 cidades das diretorias de ensino de Catanduva, Jales, José Bonifácio, Fernandópolis e Votuporanga reabrirão escolas estaduais do ensino médio nesta quarta-feira, 7.

Dados da Diretoria de Ensino de Rio Preto apontam que 10.312 alunos estão matriculados no ensino médio. Entretanto, o número de quantos optaram por retornar com atividades presenciais nesta quarta-feira não foi informado.