SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | SEGUNDA-FEIRA, 29 DE NOVEMBRO DE 2021
DIA MUNDIAL DO CORAÇÃO

Antes dos exercícios, é preciso proteger seu coração

Calçar o tênis e sair em busca de queimar calorias sem supervisão médica pode trazer graves prejuízos ao coração. Confira as recomendações de especialistas

Millena Grigoleti
Publicado em 28/09/2020 às 21:19Atualizado em 06/06/2021 às 19:55
cuide do seu coração (Banco de imagens: Freepik / macrovector)

cuide do seu coração (Banco de imagens: Freepik / macrovector)

Dois fatores têm levado mais pessoas a praticarem mais exercícios físicos: a reabertura das academias na fase amarela do Plano São Paulo, ainda que de forma limitada, e a aproximação do verão, em que muitos querem o corpo modelado. Calçar o tênis e sair em busca de queimar calorias sem supervisão médica, no entanto, pode trazer graves prejuízos ao coração - nesta terça-feira, dia 29 de setembro, é celebrado o dia mundial dele.

José Carlos Brambatti, do Instituto do Coração (Incor), de Rio Preto, explica que é perigoso praticar exercícios físicos sem passar por um checape após um longo período de sedentarismo - seja por causa da quarentena, seja por falta na organização da agenda para a atividade física. "Pode trazer infarto, arritmias cardíacas, a pressão arterial pode subir demais na hora do esforço, pode ter acidente vascular cerebral (AVC)", enumera.

O correto é procurar um cardiologista, que vai fazer o exame clínico e requisitar os testes necessários, como eletro e ecocardiograma para verificar se está tudo bem. Isso deve ser uma premissa mesmo se a intenção da pessoa é fazer uma caminhada.

Brambatti faz outro alerta: mesmo que esteja tudo bem e que os exames estejam dentro dos parâmetros, é perigoso sair pedalando 80 quilômetros logo de cara, por exemplo. "Força demais, a circulação do coração não dá conta. Está fora do peso, destreinado e quer jogar bola. Pode gerar infarto e arritmia." O ideal é começar devagar, com caminhadas, por exemplo, sempre com supervisão médica e de um profissional de educação física, para ir ganhando resistência e aumentar a intensidade gradativamente.

Luciana Mancilia Simao, secretária de 44 anos, pratica exercícios físicos desde os 6 anos - começou fazendo balé e hoje pedala. "Antes de começar a pedalar, há cinco anos, procurei um cardiologista e fiz os exames. Faço exercício de três a quatro vezes por semana, em média por duas horas." A avó materna de Luciana faleceu por causa de um infarto, então ela não descuida. "Vou ao cardiologista e faço exames uma vez por ano."

Depois de iniciada a prática esportiva, o ideal é refazer o checape anualmente - a frequência pode ser maior, conforme determinação médica. O cardiologista Brambatti lembra que o exercício físico é o melhor preventivo para todas as doenças. "Não tem medicamento igual. Somos geneticamente feitos para caminhar. Você tem proteção cardiovascular, pulmonar, contra câncer, AVC", enumera.

Cuide do coração

Os 10 mandamentos do coração saudável Evite fumar; Diga não à obesidade; Faça exercícios regularmente; Controle a pressão arterial; Escolha bem os alimentos; Controle o colesterol; Reduza o estresse do dia a dia; Saiba se é diabético; Não descuide do lazer; Consulte seu médico periodicamente!

O que fazer antes de iniciar os exercícios Consulta cardiológica Exame físico, o famoso check up. Dependendo dos resultados, o médico poderá pedir exames complementares

 
Copyright © - 2021 - Grupo Diário da Região.É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuido por