As vacinas

As vacinas


Jansen

  • Produzida pela Jansen, divisão farmacêutica da empresa americana Jonhson & Jonhson. Tem o nome de Ad26.COV2.S
  • Será testada em cerca de 60 mil voluntários em países como Estados Unidos, Argentina, Chile, Colômbia, África do Sul, Peru, México e Brasil
  • No Brasil, serão cerca de 7 mil voluntários de Estados como Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia e São Paulo
  • Em Rio Preto, os testes serão feitos por meio do Centro Integrado de Pesquisa (CIP) do Hospital de Base
  • Detalhes de como vão ser os testes e quem vai poder se tornar voluntário serão divulgados em breve
  • No site da empresa, é informado que o participante tem de ser maior de 18 anos e ser saudável (o candidato pode ter condições médicas subjacentes, desde que os sintomas e sinais estejam estáveis e bem controlados)
  • O participante será monitorado por dois anos e um mês, passando por até oito consultas no centro de pesquisa

Sinovac

  • Farmacêutica chinesa, produz a Coronavac
  • Está em fase avançada de testes no Brasil (inclusive em Rio Preto) e na Indonésia
  • Tem parceria com o Instituto Butantan para testes no Brasil e, se for eficaz, produção
  • Segundo o governo paulista, caso os testes demonstrarem segurança, vai ser pedida liberação emergencial à Anvisa já em outubro para a vacina ser disponibilizada
  • Em Rio Preto, serão cerca de 450 voluntários - parte deles já tomou as doses

Oxford/Astrazeneca

  • Universidade de Oxford, do Reino Unido, e Astrazeneca, farmacêutica anglo-sueca
  • Está em fase avançada de testes na Inglaterra, África do Sul, Índia e Brasil
  • Tem parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para testes no Brasil e, se for eficaz, produção.
  • Os pesquisadores responsáveis dizem que ela pode começar a ser disponibilizada em outubro

Moderna

  • Empresa americana
  • Está em fase avançada de testes nos Estados Unidos - 30 mil voluntários devem tomar doses
  • Tem parceria com o governo americano, que já garantiu 100 milhões de doses caso o resultado do estudo seja positivo
  • Previsão de finalizar os estudos entre o fim deste ano e início do próximo

BioNtech/Pfizer/Fosun

  • Coalização das empresas alemã, americana e chinesa
  • Está em fase avançada de testes nos Estados Unidos e outros países, entre eles Argentina, Brasil e Alemanha - 30 mil voluntários devem tomar doses
  • Os governos americano e japonês compraram 100 milhões e 120 milhões de doses, respectivamente
  • Previsão é que esteja pronta no ano que vem

CanSino

  • Empresa chinesa
  • Vai começar os testes da fase 3 (a mais avançada) na Arábia Saudita. Há negociações com outros países também
  • Sem previsão de conclusão

Sinopharm

  • Farmacêutica chinesa
  • Está em fase avançada de testes nos Emirados Árabes Unidos
  • O governo do Paraná também fez acordo para fazer testes da vacina
  • Expectativa é estar pronta até o fim do ano

Sputnik

  • Fabricada por farmacêutica russa, com apoio do Ministério da Defesa do país
  • Os dados do estudo não foram divulgados pelo governo russo, o que gera desconfiança da comunidade científica mundial
  • Segundo o governo russo, está na fase final de testes, que vai contar com 2 mil pessoas do país
  • O governo do Paraná fechou acordo com a Rússia para compartilhar a pesquisa e produzir as doses, caso o estudo demonstre a eficácia