Justiça decreta prisão preventiva de rapaz que matou ex-namorada e ex-sogra

DUPLO FEMINICÍDIO

Justiça decreta prisão preventiva de rapaz que matou ex-namorada e ex-sogra

Bruno Oliveira foi transferido da carceragem da Deic para o CDP de Rio Preto


Bruno Oliveira matou a ex-namorada Silvia Dayane e a mãe dela, Silvana Gomes
Bruno Oliveira matou a ex-namorada Silvia Dayane e a mãe dela, Silvana Gomes - Reprodução/Internet

A Justiça decretou prisão preventiva de Bruno Henrique Vasconcelos de Oliveira, de 20 anos, preso após matar a ex-namorada, Silvia Dayane Gomes, 22, e a mãe dela, Silvana Xavier Gomes, 44, na tarde de terça-feira, 15, na Estância Santa Clara, região Norte de Rio Preto. Ele foi transferido da carceragem da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Rio Preto.

Na terça-feira, o rapaz invadiu a casa das vítimas, inconformado com o fim do namoro. Primeiro, ele esfaqueou a ex-namorada. A mãe dela foi defendê-la e também foi esfaqueada no pescoço.

A mãe morreu no local do crime. A filha foi socorrida e encaminhada ao Hospital de Base, onde passou por uma cirurgia, foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada desta quarta-feira, 16.

O rapaz foi preso pela Polícia Militar a poucos quilômetros de distância da casa das vítimas, dentro de um carro, em posse da faca usada no duplo feminicídio. O delegado Jonathan Marcondes Stoppa decretou a prisão em flagrante.

Bruno deve ser julgado pelo Tribunal do Juri em 2021.