Funcionários dos Correios aprovam continuidade de greve em Rio Preto

PARALISAÇÃO

Funcionários dos Correios aprovam continuidade de greve em Rio Preto

Os carteiros reivindicam o fim do processo de privatização, reposição salarial e equipamentos básicos de proteção contra o coronavírus


Funcionários dos Correios em greve
Funcionários dos Correios em greve - Marco Antonio dos Santos 9/9/2020

Funcionários dos Correios em Rio Preto aprovaram a continuidade da paralisação em assembleia na manhã desta quarta-feira, 9, realizada na frente da agência do Centro, na rua Bernardino de Campos.

Um carro de som foi colocado na frente da agência, enquanto a diretoria do sindicato informou como está a negociação feita do Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect) com a direção da Empresa de Telégrafos e Correios.

A greve geral dos funcionários foi deflagrada em 17 de agosto deste ano. Os carteiros reivindicam o fim do processo de privatização, reposição salarial e equipamentos básicos de proteção contra o coronavírus.

"Já fomos considerados uma das melhores empresas públicas em eficiência do Brasil, mas os últimos governos têm feito tudo para desmonte da estrutura e precarização do nosso atendimento. Se privatizar, vai prevalecer o interesse financeiro, que nem sempre vai levar cartas e encomendas para as cidades mais pobres", discursou o diretor do sindicato em Rio Preto, Sérgio Pimenta.

O fim da greve dos funcionários dos Correios vai ser decidido na sexta-feira, dia 11, durante audiência no Tribunal Superior do Trabalho (TST).