Dise prende trio com R$ 200 mil em cocaína

tráfico de drogas

Dise prende trio com R$ 200 mil em cocaína


Foram apreendidas 1,8 mil porcões de cocaína com os suspeitos
Foram apreendidas 1,8 mil porcões de cocaína com os suspeitos - Divulgação/Deic Rio Preto

Uma equipe da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Rio Preto apreendeu no fim da tarde desta quarta-feira, 22, o equivalente a R$ 200 mil em porções de cocaína e prendeu um homem de 23 anos, suspeito de ser o fornecedor do entorpecente vendido na "fila da droga do João Paulo 2º" - aglomeração que se forma no final de tarde em um imóvel no bairro, em Rio Preto. O nome do preso não foi divulgado pela polícia.

A fila é composta por usuários de drogas e era formada na esquina das ruas Rosa Generosa Pinheiro e Henrique de Freitas dos Santos, segundo a polícia. Tanto a Civil quanto a Militar averiguavam o ponto de tráfico, mas assim que as viaturas entravam no bairro, pessoas contratadas como olheiros avisavam os traficantes, que acabavam com a aglomeração.

Segundo o delegado da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes de Rio Preto (Dise), Lincoln Oliveira, a droga apreendida - 1,8 mil porções de cocaína e mais três tijolos de maconha - estava em um dos quartos de uma casa no bairro Fraternidade.

"Nesta residência detivemos mais duas pessoas, um rapaz de 34 anos e uma mulher de 27, que tinham a função de embalar a droga. No local foram encontrados também balança de precisão para pesagem do entorpecente e plásticos usados na embalagem do entorpecente", diz o delegado.

A Dise investigava o suspeito há 40 dias. "Flagramos ele logo após sair da casa em que era embalada a droga. Ele não resistiu e nos levou até a residência. Não tinha como negar porque estava no bolso dele um botão de acionamento do portão elétrico do imóvel", diz o delegado.

Os três suspeitos foram ouvidos em depoimento e devem ficar presos na carceragem da Deic, à espera da audiência de custódia nesta quinta-feira, 22.