Sargento morre após 10 dias internado em Rio Preto

QUEIMADURA

Sargento morre após 10 dias internado em Rio Preto

Ele tratava de queimaduras sofridas no corpo em um acidente doméstico


Sargento aposentado Paulo César de Oliveira tinha 51 anos
Sargento aposentado Paulo César de Oliveira tinha 51 anos - Reprodução

O 3º Distrito Policial de Rio Preto vai abrir inquérito para investigar a morte do sargento aposentado da Polícia Militar de Rio Preto Paulo César de Oliveira, 51 anos. Ele estava internado desde o dia 11 de julho no Hospital Padre Albino, de Catanduva, para tratamento de queimaduras sofridas no corpo em um acidente doméstico, no bairro Santo Antônio, em Rio Preto.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado um dia após o acidente doméstico, Paulo e mais três pessoas, dois homens e uma mulher, estariam em uma confraternização familiar. Uma explosão teria ocorrido durante a preparação de carne em um tacho de ferro.

Algumas pessoas foram levadas às pressas para a UPA da Norte com ferimentos e depois foram encaminhadas para a Santa Casa de Rio Preto.

Devido à gravidade das queimaduras, Paulo foi transferido ao Hospital Padre Albino, que tem ala especializada em tratamento de vítimas de queimaduras.

Este é a terceira morte em uma semana de moradores de Rio Preto em decorrência de queimaduras.