Com van, Hospital de Base de Rio Preto vai rastrear doenças hepáticas

DOAÇÃO DO ROTARY

Com van, Hospital de Base de Rio Preto vai rastrear doenças hepáticas

O objetivo é percorrer as 101 cidades que são referência de atendimento do Hospital de Base


Veículo percorrerá cidades da região 
para fazer exames
Veículo percorrerá cidades da região para fazer exames - Divulgação/Hospital de Base

O Serviço de Transplante de Fígado do Hospital de Base (HB) de Rio Preto recebeu uma van adaptada que servirá como uma unidade volante de diagnóstico de doenças do fígado para pacientes do SUS da cidade e também da região. O veículo foi doado pela Associação de Rotarianos do Distrito 4480.

O objetivo é percorrer as 101 cidades que são referência de atendimento do Hospital de Base, fazendo exames, triando e mapeando a população para descobrir possíveis pacientes com doenças hepáticas.

"A grande importância desta unidade é que agora vamos fazer uma busca ativa por pessoas que possam ter doenças no fígado. E esta é a grande vantagem, já que as hepatites e outros problemas do fígado são silenciosos e, quando se descobre uma doença, ela já está bem avançada. Agora, poderemos triar o paciente antes de ele apresentar sintomas e, com o diagnóstico precoce, evitar que ele desenvolva outras doenças secundárias ou até mesmo que precise de um transplante futuramente", explica Renato Silva, chefe do Serviço de Transplante de Fígado do HB.

A aquisição e adaptação da Unidade Móvel faz parte do projeto rotário internacional e teve como participantes dez Rotary Clubs de Rio Preto e de outros parceiros internacionais, como o Canadá. Ao todo, foram investidos R$ 377.374,59.

"Nós agradecemos a todos os envolvidos dos diversos Clubs do Rotary. Esta pandemia vem nos mostrando que a solidariedade é a principal aliada da saúde e que transforma de maneira indescritível a vida das pessoas. Muito obrigada em nome de toda Fundação", diz a diretora administrativa do Hospital de Base, Amália Tieco.

"A população identificada como do grupo de risco será submetida a exames com o propósito de achar as doenças em seu estágio inicial, principalmente a gordura no fígado, hepatites e fibroses que são bastante preocupantes", afirma Rita de Cássia, médica hepatologista do Serviço de Transplantes de Fígado do HB.