HOMICÍDIO

Polícia investiga morte de mulher na avenida Philadelpho

Mulher, que aparenta ser moradora de rua, foi encontrada próximo a objetos furtados


Uma mulher foi encontrada morta nesta sexta-feira, 22, após furtar uma casa na rua Totó Duarte, próximo na avenida Philadelpho Gouvêa Netto, em Rio Preto. O principal suspeito, de acordo com a polícia, é um homem que teria participado com ela de um furto a uma casa na rua Totó Duarte. O caso ainda está sendo investigado.

A vítima, que aparentava ser moradora de rua, foi encontrada ensanguentada pelo casal que teve a casa furtada. O corpo estava em frente a um barracão abandonado, no cruzamento da avenida com a rua Padre Manoel da Nóbrega. Segundo informações preliminares da Polícia Militar, a mulher teria sido morta por um segundo suspeito do furto.

Ao chegar em casa, o casal que foi furtado descobriu que o local havia sido arrombado, encontrando diversos objetos revirados. Com a ajuda de vizinhos, eles começaram a procurar pelos suspeitos na região.

Logo na esquina, na rua Guaporé, o casal encontrou duas peças de roupa da moradora da casa e seguiu descendo até a avenida. Durante o percurso, os dois avistaram pingos de sangue pelo caminho e, ao encontrar uma pessoa coberta em frente ao barracão, constataram que se tratava de uma mulher ensanguentada, aparentemente já sem vida, ao lado de objetos pessoais dos moradores.

Neste momento, um rapaz, que também aparentava ser morador de rua, surgiu pedindo esmola e vestindo uma roupa semelhante ao do morador da residência furtada. Ao ser questionado sobre a vestimenta, o suspeito fugiu, mas foi localizado minutos depois por policiais do Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar (Baep). Ele havia sido detido por populares em frente ao Hospital Bezerra de Menezes. 

O suspeito, que apresentava sinais de embriaguez e marcas de sangue pelo corpo, foi encaminhado ao Plantão Policial, onde não confessou a autoria do crime. A Polícia Civil compareceu ao local onde o corpo foi encontrado e vai investigar o caso.