VISIBILIDADE

Enfermeira faz homenagem a profissionais da Santa Casa de Rio Preto

O público manteve o distanciamento para assistir a apresentação


Profissionais de saúde da Santa Casa assistem à apresentação do músico rio-pretense Junior Picalho
Profissionais de saúde da Santa Casa assistem à apresentação do músico rio-pretense Junior Picalho - Guilherme Baffi 20/50/2020

Depois de ver a homenagem que um paciente da Santa Casa de São Paulo havia feito aos enfermeiros da instituição, a enfermeira do gerenciamento de risco da Santa Casa de Rio Preto, Alessandra da Costa Suman, teve a ideia de fazer algo similar para homenagear os profissionais daqui - dia 12 de maio é a data para homenageá-los, e dia 20 de maio é para os técnicos e auxiliares. Com a ajuda da colega Tathiane Cevada Trigilio Barbosa, enfermeira do escritório da qualidade, e do resto da equipe, foi organizado um pequeno show com o músico Júnior Picalho. O público manteve o distanciamento para assistir a apresentação.

Para Alessandra, era importante fazer a homenagem em um momento tão estressante quanto a crise de coronavírus. "Foi num momento muito oportuno para comemorar, para não deixar passar em branco a Semana da Enfermagem", afirma.

Na área há 36 anos, Ana Maria Barbar Cury, de 59, atua como gerente de enfermagem e coordena cerca de 600 profissionais. Segundo ela, o trabalho que vem sendo realizado neste momento de pandemia sempre foi feito. "Agora é que estamos tendo visibilidade. É mais que um profissional, é uma vocação. Se não gostar de cuidar, de fazer o bem, não vira enfermeiro", acredita. "Tudo bem aplausos agora, mas a gente quer respeito pelo nosso profissionalismo, conhecimento, capacidade técnica", defende.

Júnior Picalho é amigo antigo do hospital, pois sempre toca nas missas celebradas na capela da instituição. Tanto ele quanto a família já precisaram de atendimento médico na Santa Casa e ele viu o evento como uma chance para homenagear não apenas os profissionais de enfermagem do local, mas de todo o País. "Para mim foi uma grande oportunidade de retribuição pelo que já fizeram por mim, pela minha família, pelo que eles fazem pela população de Rio Preto e região. Foi muito emocionante, motivo de muita alegria. Sempre fomos muito bem tratados na Santa Casa."